BnR Alumni – Carolina Neto

Carolina Neto

Consulta todos os artigos de Carolina Neto

A Carolina Neto foi redatora de Modalidades no BnR, especializada em Moto GP. Já foi jornalista estagiária da TVI durante sete meses e depois esteve alguns meses no Correio da Manhã.

Bola na Rede: Por que é que quiseste entrar no Bola na Rede?

Carolina Neto: O BnR atraiu-me pela competência com que tratava os assuntos no desporto. Esta é uma área que ainda é vista como um “divertimento” e que muitas vezes não é bem cuidada nos media mas o BnR consegue informar, dar opinião e ser correcto em tudo o que faz, o que é muito difícil. Tem uma coisa que eu admiro e que acho que é fundamental no jornalismo: rigor. Rigor na palavra.  E há uma certeza para quem entra no BnR: vai sempre ser um jornalista melhor e com mais conhecimento.

BnR: Que competências é que ganhaste com a tua colaboração no Bola na Rede?

Carolina Neto: A principal competência que ganhei diz respeito ao fato de trabalhar em equipa; de ter uma responsabilidade para com quem trabalha no projeto e para quem o acompanha através do site e das redes sociais. Os podcasts que realizei também me deram a oportunidade de comunicar através da rádio e acabou por ser mais uma competência adquirida com a minha colaboração no Bola na Rede.

BnR: Achas que o Bola na Rede é uma boa escola de comunicação?

Carolina Neto: Acho que todos os que trabalhamos no Bola na Rede somos suspeitos, mas este é um projeto que nos permite crescer enquanto comunicadores, que nos ensina o que é a boa e a má comunicação. E, principalmente, como se deve comunicar de forma a alcançar um maior número de pessoas, o que acaba por ser o mais importante.

BnR: Por que é que aconselhavas alguém a entrar no projeto?

Carolina Neto: O Bola na Rede é um projeto em crescimento, e ao fazeres parte dele, consegues aprender mais sobre o que é comunicar para uma comunidade. E é uma boa oportunidade para aumentares as tuas capacidades enquanto jornalista. Sem esquecer, claro, que é composto por grandes profissionais e com um pensamento “out the box”.

Carolina Neto