BnR Alumni – Rita Latas

Rita Latas jornalista

Consulta todos os artigos de Rita Latas

A Rita foi a redatora de Futebol Feminino do Bola na Rede durante um ano e meio. Já foi jornalista n’A Bola TV’ e agora está na Sport TV.

Bola na Rede: Por que é que quiseste entrar no Bola na Rede?

Rita Latas: A verdade é que a minha colaboração com o site começou de forma inesperada. Na altura decorria o Mundial 2014 e lembro-me de fazer um post no qual analisava as grandes surpresas e desilusões da competição. Por coincidência, um dos redatores do Bola na Rede viu a minha publicação, gostou e perguntou-me se queria integrar o projeto. Sinceramente não conhecia a plataforma; fui visitar e desde logo despertou o meu interesse, tendo em conta o gosto pessoal pela escrita e pelo jornalismo desportivo. De certa forma, vi o Bola na Rede como uma oportunidade para começar a expressar-me e falar sobre temas que me dizem muito, nomeadamente futebol.

BnR: Que competências é que ganhaste com a tua colaboração no Bola na Rede?

Rita Latas: Penso que há duas grandes competências que são adquiridas/melhoradas com a participação neste projeto: responsabilidade e espírito crítico. A primeira relaciona-se diretamente com a necessidade de estarmos constantemente informados, com a obrigatoriedade no cumprimento de prazos e também com o respeito por quem está à frente do site. Se não trabalharmos constantemente esta responsabilidade, corremos o risco de falhar para com os outros, para com a própria plataforma e caminhar para a falta de profissionalismo. Quanto ao espírito crítico, o aperfeiçoamento desta competência está relacionado com a forma de funcionamento do site. Aliado à verdade e à seriedade, o Bola na Rede é um espaço que permite aos colaboradores expressarem-se livremente e colocar um cunho pessoal em cada artigo que escrevem, tal como deve ser o jornalismo.

BnR: Achas que o Bola na Rede é uma boa escola de comunicação?

Rita Latas: Acima de tudo, o Bola na Rede é um site que nos permite dar os primeiros passos no jornalismo desportivo. A participação no site dá-nos algo que considero mais importante: experiência. Ter a oportunidade de falar sobre desporto, sem tabus ou entraves que, por vezes, são inevitáveis quando nos tornamos profissionais, é um dos pontos positivos da plataforma. Procurar ser melhor e tentar informar o público são também outros pilares para os quais este projeto contribui e que são essenciais para uma aprendizagem completa no mundo da comunicação.

BnR: Por que é que aconselhavas alguém a entrar no projeto?

Rita Latas: Além de ser um projeto diferente devido às diretrizes pelas quais se rege, o Bola na Rede permite-nos contactar com algumas bases que fazem parte do meio jornalístico como já referi anteriormente. Analisar imparcialmente determinado assunto, ter prazos a cumprir ou esperar que o artigo seja revisto são passos seguidos diariamente por todos os jornalistas e que podem começar a ser interiorizados através da colaboração com o site. Em suma, este é um projeto que pode contribuir para o crescimento profissional de todos os intervenientes que pretendem trabalhar futuramente em jornalismo desportivo.

Rita Latas