Anterior1 de 3Próximo

Mais um dia na passadeira “zebra” de Turim! A Juventus recebeu e venceu o Frosinone por 3-0, e permanece bem destacada no topo da tabela classificativa da Serie A. A amizade entre Ronaldo e Dybala é cada vez mais visível dentro e fora de campo, com os dois avançados a imitarem as celebrações um do outro. Ronaldo marcou no segundo tempo e assistiu o argentino no primeiro, naquele que foi um golo de levantar o Allianz Stadium por parte de La Joya.

No que toca ao que se passou nos 90 minutos, Massimiliano Allegri fez regressar nomes como Bonucci, Chiellini, Cancelo e Dybala ao onze inicial, enquanto elementos nucleares como Matuidi e Pjanić começaram no banco de suplentes. Dybala aparecia assim no XI da Juve após três partidas a suplente.

E foi mesmo o argentino a inaugurar o marcador, logo aos seis minutos do desafio. A jogar a partir do corredor central, La Joya mostrou estar bem polida e protagonizou um pontapé soberbo à entrada da área do Frosinone, sem hipóteses de defesa para Sportiello. Dez jogos depois, o camisola ‘10’ dos bianconeri voltava a marcar, e chegava ao seu terceiro golo na Serie A.

A Juventus ia tomando conta das rédeas do encontro e, aos 17 minutos, foi com toda a naturalidade que ampliou a vantagem: Bonucci, regressado de lesão, aproveitou a defesa incompleta de Sportiello ao cabeceamento de Mandžukić para colocar a bola no fundo das redes.

Bonucci (regressado de lesão) fez o segundo golo do encontro e também o seu segundo na Serie A
Fonte: Serie A

Até ao intervalo, Ronaldo ainda ameaçou por duas vezes a baliza dos visitantes, através da meia distância, mas a bola não seguiu com a direção certa.

No segundo tempo, CR7 mostrou que só sabe faturar em solo italiano e atingiu a marca dos 19 golos na Serie A, à passagem do minuto 63: grande envolvimento coletivo das peças atacantes da Velha Senhora; Mandžukić percebeu bem a desmarcação de Ronaldo e o português disparou de primeira à baliza do Frosinone. O capitão da seleção portuguesa já conta com a participação direta em 27 dos 66 golos da Juventus no campeonato.

Com a vitória garantida, Massimiliano Allegri optou por poupar Ronaldo e Chiellini nos minutos finais do encontro, já a pensar no jogo da próxima quarta-feira no Wanda Metropolitano, diante do Atlético de Madrid. O técnico italiano aproveitou também para testar uma defesa a três, no tempo que restava até ao apito final.

 

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Juventus FC: Szczęsny, Cancelo, Bonucci, Chiellini (Cáceres, 70’), De Sciglio; Can,  Khedira (Pjanić, 81’), Bentancur; Dybala, Ronaldo (Bernardeschi, 64’), Mandžukić.

Frosinone Calcio: Sportiello, Goldaniga, Salamon, Capuano; Zampano (Paganini, 83’), Chibsah (Gori, 78’), Viviani, Cassata, Molinaro; Ciofani (Pinamonti, 58’), Ciano.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários