cab serie a liga italiana

Se, antes de a Serie A começar, alguém dissesse que a Juventus à 5ª jornada só teria 5 pontos e que o Inter venceria todas as partidas, apelidaríamos essa pessoa de sonhadora, louca ou diríamos que esta não perceberia nada de futebol. Felizmente não existem certezas dentro dos relvados e este seria o prognóstico certo!

Alguém acreditaria que a Vecchia Signora de Pogba, Mandzukic, Cuadrado, Marchisio, Morata, Khedira, Buffon e companhia perderia tantos pontos? Não. Mas o futebol é imprevisível e em 5 jogos a Juventus apenas venceu à 4ª jornada, em Génova, por 0-2.

Depois de três jornadas a desiludir, a equipa de Alegri deslocou-se ao Luigi Ferraris e trouxe os 3 pontos, fazendo toda gente pensar que seria o regresso à normalidade, juntando a este triunfo a vitória a meio da semana em Manchester frente ao City, com grande categoria.

Engano puro! Na partida da 5ª jornada, a Juve recebeu ao Frosinone, último do campeonato com 0 pontos, e voltou a fazer uma partida medíocre e a ceder mais dois pontos. O lanterna vermelha marcou muito perto do fim e anulou o golo de Zaza, apontado no início da segunda parte. Massimiliano Alegri ainda não arranjou um onze base e a sua rotação não tem ajudado a estabilizar a equipa e, neste momento, já se encontra a 10 pontos do líder invicto… o surpreendente Inter de Milão.

O golo de Zaza não foi suficiente para a Juventus vencer em casa o Frosinone Fonte: Facebook oficial da Juventus
O golo de Zaza não foi suficiente para a Juventus vencer em casa o Frosinone
Fonte: Facebook oficial da Juventus

O conjunto orientado por Mancini continua imparável, tendo do seu lado aquilo a que muitos chamam a “estrelinha de campeão”. Soma por vitórias todos os jogos e sempre pela margem mínima. Tem apenas um golo sofrido, no único jogo que não venceu por 1-0, em Carpi, à 2ª jornada. Nesta 5ª jornada, recebeu e bateu o Hellas Verona com um golo solitário de Felipe Melo, após canto. A “estrelinha” Nerazurri esteve bem patente neste jogo pois segundos antes de o brasileiro fazer o tento decisivo o Hellas esteve bem perto do golo, com Sala a rematar à barra.

Logo a seguir ao Inter de Milão vem a Fiorentina, de Paulo Sousa, que voltou a vencer. Desta vez, a vítima foi o Bolonha, com golos de Błaszczykowski e Kalinic. Mais uma exibição consistente dos Viola, que começam a sonhar. Aliás, Paulo Sousa disse esta semana que não sabe até onde esta equipa pode ir. Um Scudetto? Ninguém os pode impedir de sonhar e as performances até ao momento dão confiança para o futuro. São 4 vitórias e um deslize em Torino, fruto de 20 minutos de desconcentração.

Inter e Fiorentina são os dois líderes e vão medir forças no domingo. Haverá novo líder ou continuaremos com um líder invicto?

O outro grande destaque da Serie A é o Sassuolo, que é o 3º classificado, com 11 pontos, e também ainda não perdeu na competição. Nesta jornada a meio da semana foi a casa do Palermo vencer com um golo de Floccari, sendo que na jornada anterior tinha ido a Roma empatar com a equipa de Totti.

Por falar nos romanos, é de destacar mais uma jornada sem vencer, depois do tal empate caseiro. A deslocação à Sampdoria trouxe a primeira derrota no campeonato, num jogo onde uma asneira de Manolas (auto-golo ridículo) deitou tudo a perder. Éder Martins, o melhor marcador do campeonato, abriu a contagem, mas Salah viria a empatar o jogo. Só que, ao cair do pano, o grego entregou o ouro ao adversário e atrasou a Roma na perseguição ao Inter. O conjunto de Rudi Garcia está no 8º posto, com 8 pontos. A Sampdoria está no grupo dos quartos classificados, com 10 pontos, juntamente com Torino e Chievo.

Neste jogo esteve a grande atração desta jornada para os portugueses. Pedro Pereira, lateral, de 17 anos, que este ano assinou pelo clube de Génova, foi novamente titular e esteve em bom plano nesta partida, frente a Salah e companhia. É o segundo jogo completo do miúdo, que vestiu a camisola do Benfica até à época transata. Grande surpresa, este Pedro Pereira, com um futuro brilhante à sua frente!

Pedro Pereira, menino de 17 anos, em ação frente à Roma Fonte: Facebook U. C. Sampdoria
Pedro Pereira, menino de 17 anos, em ação frente à Roma
Fonte: Facebook U. C. Sampdoria

Por falar em portugueses, é de destacar negativamente Bruno Fernandes, que foi expulso (92’), na receção da “sua” Udinese ao AC Milan. O jogo terminaria a 3-2 para os milaneses, na partida que marcou o regresso de Balotelli aos golos (e que golo!), num livre direto, aos 5’. Giacomo Bonaventura e Cristian Zapata iriam colocar o resultado em 0-3 antes do intervalo, mas, no segundo tempo, os da casa iriam assustar. Manuel Iturra e Dúvan Zapata reduziriam, mas seria insuficiente. O AC Milan levou os 3 pontos e fixou-se no 7º lugar com 9 pontos.

Quem também tem 9 pontos é a Lazio, que recebeu e bateu o Génova por 2-0, com golos de Felipe Anderson e Djordjevic, reagindo ao desaire em Nápoles por 5-0. Os napolitanos, embalados por essa goleada, não foram além de um empate com o Carpi, que é penúltimo com 2 pontos. A equipa do San Paolo continua o seu mau arranque, com apenas uma vitória, somando-lhe três empates.

Resta falar de dois jogos para completar a jornada. Um deles foi o encontro entre o Chievo e o Torino, duas equipas que começaram bem a época e estão nos lugares cimeiros. Aliás, em caso de vitória, o Torino ascenderia ao 2º lugar, mas acabou por sair derrotado de Verona por 1-0, com um golo de Lucas Castro. Com este resultado as duas equipas igualaram-se em pontos e estão no 4º lugar da classificação.

Por último, o Empoli, de Mário Rui, recebeu a Atalanta e perdeu por 1-0, com o golo a ser apontado pelo central brasileiro Rafael Tolói.

 

Jogador da jornada: Pedro Pereira (Sampdoria)

Numa semana de jornada dupla não houve nenhum jogador que se destacasse nos dois jogos realizados, por isso saliento os dois primeiros jogos a titular (completos) do lateral direito português de 17 anos, ao serviço da Sampdoria. O defesa convenceu o técnico e parece ser uma aposta a manter. Não faltam miúdos com qualidade na formação portuguesa. Aqui está mais uma prova!

Treinador da semana: Eusebio di Francesco (Sassuolo)

O treinador do Sassuolo merece o destaque por conseguir manter a sua modesta equipa invicta no campeonato, sobretudo numa semana de jornada dupla, em que o Sassuolo tinha de fazer duas deslocações. A primeira à capital, para defrontar a Roma, de onde trouxe um ponto (empate a 2), e depois uma, sempre difícil, viagem até Palermo, trazendo 3 pontos e subindo ao 3º lugar. Que surpresa!

Momento da semana:

O golo do Frosinone à Juventus: um verdadeiro balde de água fria para a Vecchia Signora, que já pensava que o jogo estava ganho. Queria a equipa de Allegri chegar à segunda vitória consecutiva, mas o lanterna vermelha conseguiu o golo aos 92’ e alcançou o primeiro ponto da temporada, agravando a crise da Juventus.

Foto de capa: Facebook Oficial do Internazionale Milano

Comentários