A FIGURA

Fonte: UEFA

Gonçalo Guedes – Não teve um jogo particularmente feliz, com muitas decisões erradas no terço final. Mas sempre se disse que as finais não se jogam; ganham-se. Assim, a figura terá sempre de ser o autor do golo que ganhou esta final.

Procurou a sorte e foi feliz. Gonçalo Guedes já foi alvo de muitas críticas, mas este momento foi mais do que merecido.

Não podemos deixar de destacar Bernardo Silva, que teve a assistência para o golo de Guedes e foi eleito, merecidamente, o melhor jogador desta Liga das Nações.

Comentários