Há quem diga que começam a faltar palavras para classificar esta época dos Boston Celtics – se concordasse, acharia impossível escrever este texto.

É verdade. Mais uma vez, os Celtics provam que têm a sua própria matemática e esmifram as probabilidades. Os Philadelphia 76ers – esses que, quando muito, perdiam um ou dois jogos nesta série – foram eliminados em cinco. Ganharam um jogo, perderam quatro, desiludiram e foram para casa.

Depois de uma expetativa desmedida após a vitória na primeira ronda frente aos Miami Heat, depressa se percebeu que ainda faltam uns quantos danoninhos para esta equipa poder competir por algo mais do que uma presença nas finais de conferência.

No entanto, mais preocupante do que a bolha de favoritismo criada à volta dos Sixers, foi a desvalorização constante daquilo que é a equipa dos Celtics.

Os jovens jogadores dos Celtics acalentam como poucos veteranos. Defensivamente todos cumprem. O jogo ofensivo tem, de facto, as suas deficiências, mas os meses finais da época – já sem Kyrie Irving, a maior ameaça no ataque – desvendaram a essência desta equipa: Next man up. Fosse quem fosse, todos os jogadores dos Celtics contribuíram com boas prestações ao longo da época.

O rookie Jayson Tatum impressionou contra os Sixers, marcando sempre mais de 20 pontos em cada um dos cinco jogos
Fonte: NBA

Nestes playoffs tem sido mais do mesmo, portanto qual é a surpresa? Acredito mesmo que os Celtics podem vencer aos Cleveland Cavaliers nas finais do Este. Se apostaria dinheiro contra LeBron? Não, mas acredito que, de alguma forma, Brad Stevens (o técnico dos Celtics) consegue expor as debilidades dos Cavs ao ponto de LeBron James não ser suficiente. Acredito mesmo, só não acho que vá acontecer.

Sou o maior defensor desta equipa dos Celtics, só que é impossível apostar contra LeBron. Está a fazer a sua melhor época no décimo quinto ano de NBA. Acabou de varrer os Raptors – que ficaram em primeiro na época regular. É simplesmente impossível negar que sozinho pode levar a sua equipa à vitória.

Não estou a ser coerente com os meus sentimentos, é verdade. Resumo isto desta forma: os Celtics são melhor equipa, os Cavs têm o melhor jogador do mundo. Do lado de Boston só Brad Stevens pode descodificar este enigma e ganhar no tabuleiro de xadrez, ou seja, mais do que Celtics vs Cavaliers, esta final será Brad Stevens vs LeBron James.

O que é que falta, então, aos Celtics? O mesmo que falta aos Sixers: uns danoninhos, a sorte (ou será azar?) é que os dos Celtics estão na enfermaria.

Foto de Capa: NBA

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

Comentários