Existem imensas decisões que os 76ers devem tomar antes de começar a época de 2020/21. Uma questão que tem sido subestimada pelos fãs que é bastante importante é a posição que Ben Simmons deve jogar na próxima época. Embora esta questão pareça trivial ao início, a distinção da posição de Simmons é importantíssima para a organização dado que vai influenciar as trocas e contratações que esta fará antes da época começar.

Apesar da NBA estar a evoluir para um basquete sem posições, ainda é importante ter esses “rótulos” para atribuir funções aos jogadores, tanto no ataque como na defesa. Porém, Simmons é um caso único. É um jogador com dois metros e oito que se destaca na criação de jogadas, no ataque ao cesto e é um dos melhores defesas da NBA. A única fraqueza no jogo dele é a incapacidade de marcar lances de três pontos.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

first of many for @bensimmons.

Uma publicação partilhada por Philadelphia 76ers (@sixers) a

Até ao recomeço da NBA, na Disney Bubble, Simmons era o point guard dos Sixers. Como PG dos 76ers, foi nomeado duas vezes para o All Star Game nas três épocas que jogou na NBA. Contundo, o ataque dos Sixers era limitado em termos de espaçamento dos jogadores com Simmons nessa posição, devido à incapacidade deste de marcar triplos.

Anúncio Publicitário

O ex-técnico Brett Brown percebeu que precisava de fazer mudanças para a equipa ter mais hipóteses de competir pelo título e por isso mudou a posição de Simmons para power foward para que este não tivesse a bola tanto fora da linha de triplo. Isto, por sua vez, criaria mais espaço para o centro superestrela Joel Embiid.

Porém, os fãs não viram muito de Simmons neste novo papel, dado que se lesionou no terceiro jogo do reinício da época da NBA. Dito isto, houve aspetos positivos provenientes da mudança de posição. Agora Elton Brand e Doc Rivers terão de perceber que posição deve Simmons jogar na próxima época.

Esta decisão irá ditar as movimentações de plantel que a organização terá de fazer. Elton Brand já encontrou o treinador certo em Doc Rivers e agora terá de adicionar o talento adequado para complementar Simmons e Embiid.

Esta adição de talento levanta um ponto importante porque qualquer transferência que a organização faça deve ser ditada pelo papel de Simmons durante o jogo. Se jogarem com Simmons a PG, os Sixers deveriam procurar um jogador que seja capaz de criar o seu lançamento, especialmente de triplo como Buddy Hield ou CJ McCollum. Se decidirem colocar Simmons na posição de PF, os 76ers deveriam procurar um base que consiga organizar as jogadas da equipa e capaz de criar o seu lançamento também, como por exemplo Chris Paul.

Como já referi antes, os 76ers precisam de mexer com o seu plantel. É mais que obvio que têm de trocar Al Horford, independentemente da posição de Simmons, mas caso Ben jogue a PF, isto pode afetar o quão ativo é a organização com Tobias Harris. A posição natural de Harris é a PF, mas ele jogou este ano todo fora de posição a small foward. Apesar de ter tido bons desempenhos durante a época regular, nas playoffs quando enfrentou a defesa de perímetro elite dos Boston Celtics, teve dificuldades e não produziu ao nível que os fãs esperavam dele. Se Simmons passar a PF, trocar Harris deve ser uma prioridade para a organização de Philadelphia.

Decidir a posição de Simmons é crucial para a organização e irá ter grande impacto no futuro dos 76ers e por isso, tem de ser uma decisão tomada o mais depressa possível.

Foto de capa: 76ers

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome