RED BULL 

A Red Bull vai para o seu segundo ano com a Honda no fornecimento de motores. No primeiro ano, a surpresa foi alguma. Conseguiram três vitórias com Max Verstappen. O jovem holandês assumiu lutar pelo campeonato e acha que a Red Bull e a Honda vão-lhe dar isso. Daí também ter renovado contrato e colocado ainda mais pressão em Vettel, que se pode ver sem lugar em 2021.

Max Verstappen colocou a sua confiança na Red Bull Racing e na Honda para se tornar campeão de Fórmula 1, pela primeira vez.
Fonte: Red Bull Racing

Mas 2020 vai ser o “tira teimas” na minha opinião. Conseguiram a Honda e a Red Bull concorrer com a Mercedes? Já não digo com a Ferrari, porque acho que já estão no nível da equipa italiana. Do outro lado da garagem teremos Alexander Albon. O piloto tailandês teve um ano de estreia de sonho na Fórmula 1. Depois de estar descartado e de já estar na Fórmula E foi chamado para a Scuderia Toro Rosso e a meio da temporada substituiu Pierre Gasly na Red Bull Racing, tendo quase conseguido o seu primeiro pódio no Brasil. Espero que continue o seu progresso e passe a ser um dos seis da frente, mas com mais ritmo. Até, talvez, lutar mais regularmente pelo pódio.