Cabeçalho modalidadesMartin Fourcade é hoje a figura incontornável do Biatlo e, mesmo em toda a história da modalidade, só Ole Einer Bjorndalen está ao seu nível. Ambos ganharam por seis vezes a Calssificação Geral da Taça do Mundo, mas o francês fê-lo consecutivamente. Fourcade conta ainda com recordes como as 21 Taças do Mundo de Disciplinas ou as três vezes em que venceu todos os cinco Globos de Cristal na mesma época. Só no número de vitórias em provas individuais da Taça do Mundo continua a ter muito que andar, as suas 66 dão para segundo melhor registo, mas ainda distante das 94 do norueguês.

Com apenas 29 anos, Fourcade é já o grande dominador desta geração e tem tudo para expandir ainda mais o seu palmarés. Convém aqui recordar que venceu as suas Taças do Mundo em sequência e precisou apenas de dez participações para alcançar as tais seis vitórias ( e um terceiro lugar), enquanto Bjorndalen só lá chegou à 17ª. participação (juntando-lhes 6 segundos e um terceiro). Em França, é um dos mais respeitados desportistas do país o que lhe valerá a honra de ser o porta-bandeira gaulês nos próximos olímpicos e o lhe permitiu lançar o seu primeiro livro em novembro passado.

Na preparação para os seus terceiros Jogos Olímpicos, Fourcade continua imparável. Na última prova antes de viajar para a Coreia do Sul, foi o grande vencedor dos 15Km de partida em massa em Antholz-Anterselva e encontra-se agora na liderança da Taça do Mundo, bem como de três das quatro disciplinas, Sprint, Perseguição e Partida em Massa. Quanto à outra disciplina, a Individual, já não há mais provas e está definida a classificação final, com Fourcade a vencer o Globo de Cristal, mas partilhado com outro atleta que alcançou os mesmos pontos.

Anúncio Publicitário
 Será Thingnes Bo capaz de destronar Fourcade? Fonte: IBU

Será Thingnes Bo capaz de destronar Fourcade?
Fonte: IBU

Resta, então, saber quem se poderá chegar à frente para quebrar este ciclo vitorioso de Fourcade. É aí que entra o homem que partilhou com o esquiador de Perpignan o título da Taça do Mundo na Disciplina Individual desta temporada, Johannes Thingnes Bo. O norueguês de apenas 24 anos tem-se mostrado entre os melhores do mundo nas últimas temporadas e conta já com três ouros em Campeonatos do Mundo e dois terceiros e um segundo na Geral da Taça do Mundo. Este ano, ganhou pela primeira vez um Globo de Cristal, o já mencionado e partilhado com Fourcade, e está a colocar grande pressão sobre o francês, sendo segundo em todas as restantes disciplinas. Na Classificação Geral, então, há um fosso que separa os dois primeiros do resto: Fourcade tem 834 pontos e Bo tem 780, enquanto o terceiro, Jakov Fak, soma apenas 467.

Por isso, parte para os Jogos Olímpicos como o homem a ter debaixo de olho para destronar o super-favorito Fourcade. E, se o francês tem um historial de quatro medalhas, duas de ouro e duas de prata, o norueguês tem como arma secreta para saber como chegar aos melhores resultados: o irmão Tarjei Bo foi medalhado de ouro em Vancouver 2010 em estafetas, além de ter no seu palmarés oito medalhas de ouro em Mundiais e ter vencido a Geral da Taça do Mundo em 2010/2011.

O que torna este momento realmente interessante é que se Fourcade aguentar a liderança da Taça do Mundo e brilhar nas Olimpíadas poderá, finalmente, ter argumentos para se declarar o melhor da história da modalidade e destacar-se de Bjorndalen, mas se for Thingnes Bo a sair por cima, marca o surgimento de uma nova estrela com muito anos pela frente para colocar o seu nome na história. É certo que, em todos os desportos, quando há um atleta demasiado dominador, procura-se sempre quem será capa de o destronar. Os próximos tempos mostrarão se Thingnes Bo será capaz de destronar o atual dominador da modalidade ou se se terá de contentar com ser mais um na lista dos derrotados por Martin Fourcade.

Foto de Capa: IBU