A ESPERANÇA DEBAIXO DE ÁGUA

A participação portuguesa na Natação, em Tóquio, começou logo no dia inicial da competição, com José Paulo Lopes a ser o mais rápido na primeira série da eliminatória dos 400 metros Estilos. Com o tempo de 4:16.52, o atleta do SC Braga impôs um novo recorde pessoal, mas não conseguiu fazer o suficiente para alcançar a próxima fase, tendo arrecadado o 20.º lugar na classificação geral das eliminatórias da prova.

Os 400 metros Estilos foram vencidos por Chase Kalisz, que conseguiu a primeira medalha dos Estados Unidos da América na competição e logo a de ouro. No feminino, a japonesa Yui Ohashi levou a prova de vencida, mas os olhos ficaram postos na recordista mundial húngara Katinka Hosszu que, com muito espanto, ficou de fora das medalhas e terminou a prova no quinto lugar.

Portugal voltou a descer à água através de Francisco Santos nos 100 metros Costas e, infelizmente, o melhor do português não chegou para avançar na prova em Tóquio. Francisco concluiu a segunda série de eliminatórias com um tempo de 54.35, onde arrecadou a segunda posição. Na classificação geral, ocupou a 28.ª posição, por isso, a sua participação ficou por ali. A final da prova foi vencida por Evgeny Rylov, do Comité Olímpico Russo. No que toca aos 100 metros Costas femininos, não existiu participação portuguesa, mas Kaylee McKeown foi a vencedora da prova.

Anúncio Publicitário

O começo traiu a expectativa portuguesa na estreia dos 1500 metros livres femininos nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Tamila permaneceu em terceiro lugar nos primeiros 200 metros, mas a perda de ritmo a partir dos 500 metros ditou o restante da participação. Diana Durães nadou no sentido inverso, aumentando o ritmo. Na chegada aos 800 metros, Tamila lutava com Deniz Ertan pelo terceiro posto, enquanto viam Viktoria Mihalyvari-Farkas distanciar-se.

Tudo permaneceu na mesma até ao final, com a Mihalyvari-Farkas a vencer com 16:02.26 e com o recorde nacional português, que pertence a Diana Durães, a não ser batido. Tamila Holub arrecadou o quinto lugar, com 16:25.16, e Diana Durães em sexto, com 16:29.15, melhorando no seu melhor resultado da época.

As portuguesas não avançam para a próxima ronda da prova em Tóquio, cuja final se disputará na madrugada de 28 de julho. Tamila Holub voltará à piscina dia 29 julho para os 800 metros Livres, enquanto Diana Durães, recordista nacional dos 1500 metros, deu por terminada a sua primeira participação olímpica.

Ana Monteiro desceu à piscina para disputar os 200 metros Mariposa e terminou a sua série na quinta posição, conseguindo o 14.º melhor tempo da classificação geral. A portuguesa vai disputar a semi-final da prova na madrugada de 28 de jullho.

Já José Lopes, nos 800 metros Livres, arrecadou a marca de 7:56.15, terminando com o 23.º melhor tempo e não conseguindo chegar à final.

Foto de Capa: Federação Portuguesa de Natação

Artigo revisto por Joana Mendes

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome