Anterior1 de 3Próximo

Cabeçalho Futebol NacionalOs ‘Encarnados da Praia’ como é também conhecida a formação orientada por Francisco Agatão, recebeu ontem, no dia 25 de Julho, num excelente dia de verão na Ilha Terceira a equipa B do Sporting Clube de Portugal. Horas antes do inicio da partida – onde tudo decorreu de forma exemplar e sem problemas – existiu alguma polémica. Ora tudo se deveu ao facto da equipa do Sporting Clube de Portugal se ter apresentado com a equipa B. Face à época transata e devido ao Sporting ter vários compromissos no seu calendário, foi pedido ao Praiense a antecipação do jogo da Taça de Portugal, pedido esse que foi aceite. Nesse momento ficou então acordado entre ambos os clubes, a visita dos “leões” para um jogo particular já na presente época. De acordo com um comunicado oficial no facebook do SC Praiense e de acordo com as declarações de Marco Monteiro à Antena 1, o presidente do clube açoriano garantiu que “o compromisso seria pelo menos de vir vários jogadores da equipa A”. O mesmo afirma que só à última da hora foi informado que seriam todos os jogadores da equipa B a actuar nesta partida, gerando algum desapontamento e tristeza que também se alastrou aos adeptos e simpatizantes de ambos os clubes presentes na ilha. O motivo para esta decisão terá partido do técnico Jorge Jesus que quer continuar a trabalhar os seus principais jogadores em jogos de outro grau de exigência – tendo jogo hoje contra o Vitória de Guimarães em Rio Maior.

Pelas 17h00 – hora local – este pequeno problema já parecia ter sido esquecido e ultrapassado. O Estádio Municipal da Praia da Vitória desde cedo começou a encher e ficou mesmo completamente lotado neste que seria o jogo de apresentação aos sócios para a equipa local. Uma equipa bastante diferente nos nomes face à época transata mas com a mesma ambição: lutar pela subida à Ledman LigaPro – que falhou por muito pouco no ano transato. Ao todo chegaram onze jogadores novos ao clube com principal destaque para Cristiano Magina. O avançado de 29 anos esteve durante vários anos ao serviço do rival Angrense e em grande destaque e chega este ano ao clube da Praia da Vitória. A equipa local iniciou a partida com: Tiago Maia, Dina, Diogo Careca, Cristiano, Fonseca, Diogo Moniz, Stebh, Luciano Serpa, Hugo Santos, Vitinha e João Peixoto. Já a equipa B dos “leões” iniciou a partida com: Vladimir Stojkovic, Kiki, Pedro Delgado, Kenedy Có, Bubacar Djaló, Pedro Marques, Ivanildo Fernandes, David Sualehe, Rafael Barbosa, Jovane Cabral e Merih Demiral.

Fonte: Rafael Cruz (Ambidestro)
Fonte: Ricardo Cruz (Ambidestro)

O Sporting CP começou melhor na partida e após passe de Demiral para Pedro Marques, este aproveitou o erro da defensiva da equipa da casa e após jogada de insistência e alguma confusão, o número 50 do Sporting Kenedy Có inaugurou o marcador aos 10 minutos de jogo. A equipa local só aos 25 minutos de jogo conseguiu criar perigo diante a baliza leonina. Hugo Santos de fora da área encheu o pé para Stojkovic realizar a melhor defesa do encontro, voando bem alto e defendendo para canto. Após o canto a equipa da casa continuou no meio-campo defensivo do Sporting em busca do empate e conseguiu mesmo num lance algo polémico. Diogo Careca remata contra Kiki e o árbitro a entender que foi utilizado o braço para jogar a bola assinalando grande penalidade. O capitão João Peixoto assumiu e não desperdiçou enganando o guarda-redes leonino para restabelecer a igualdade na partida aos 30 minutos de jogo. Até ao final da primeira parte destaque apenas para dois lances individuais de Jovane Cabral que ainda assim a defesa do Praiense conseguiu resolver sem problema. Ao intervalo o empate a um golo era um resultado justo.

Na segunda parte o primeiro lance de perigo pertenceu à equipa visitante onde Bubacar Djaló realizou um bom remate para defesa de Tiago Maia e no consequente canto também a originar algum perigo na área do Praiense mas sem resultar em golo. Como é habitual sobretudo num jogo de pré-época foram realizadas várias alterações aos onzes apresentados no inicio da partida. A equipa da casa tardou em criar perigo nesta segunda parte mas quando criou a sua primeira chance de perigo aos 63 minutos de jogo, realizou a sua melhor jogada ao longo do encontro. Excelente jogada colectiva por parte da equipa local, passe milimétrico de Diogo Moniz e Patrick Igwe que tinha acabado de entrar, finalizou a jogada da melhor forma fazendo a remontada colocando a equipa açoriana a vencer por 2-1. Nos últimos minutos da partida a equipa da capital portuguesa procurou chegar à igualdade e fez um “forcing” final. Aos 83 minutos e após boa jogada colectiva dos pupilos de Luís Martins pelo lado esquerdo do ataque a resultar num remate fraco de Cristian Ponde para defesa de Mário Freitas. Já em período de descontos um livre perigoso a ser assinalado a favor da equipa leonina, onde Kiki aparece no coração da área onde ganha a todos nas alturas e com um forte cabeceamento faz o golo do empate. Os últimos minutos de jogo foram os mais emocionantes e após um empate tardio, o Sporting já dentro do último minuto de jogo ainda ameaçou chegar à vantagem na partida.

Final do jogo numa partida típica de pré-época sem grandes ideias e até demasiado futebol directo onde o próprio relvado não ajudava a praticar um melhor futebol, sempre a ser jogado com um ritmo baixo. Um resultado justo para uma partida bastante disputada a meio campo e um bom teste para a equipa de Francisco Agatão. A equipa da Praia da Vitória entra em campo para partidas oficiais – a contar para o Campeonato Portugal Prio, no dia 20 de Agosto frente ao Alcanenense.

 Agradecimento a Rafael Cruz da página AMBIDESTRO por fornecer a ficha de jogo e as fotografias.

Fonte de Capa: Ricardo Cruz (AMBIDESTRO)

Anterior1 de 3Próximo

Comentários