CD Tondela 1-1 SC Covilhã: “Auriverdes” fizeram por merecer mais

    - Advertisement -

    A CRÓNICA: EMPATE PENALIZA EQUIPA “DA CASA”

    Foi no Estádio Municipal de Aveiro, “casa emprestada” do CD Tondela pela segunda jornada consecutiva, que o duelo das beiras entre os tondelenses e o SC Covilhã não viu nenhuma das equipas sair com os três pontos .

    Numa partida que começou com domínio dos tondelenses, foi a equipa da Covilhã que se pôs em vantagem. Depois de um lançamento de linha lateral, a bola sobrou para Tiago Moreira, que cruzou de forma perfeita para o cabeceamento certeiro de Seydine N’diaye, aos 24 minutos.

    O domínio continuava a ser do CD Tondela, que teve sempre mais bola, mas não conseguia ter o critério necessário na hora de finalizar para chegar ao empate. Só com o acender das luzes do estádio, ao intervalo, é que a equipa beirã conseguiu brilhar, logo após o intervalo. Primeiro, foi Rúben Fonseca a falhar a emenda; depois, foi Lacava a permitir uma enorme intervenção de Bruno Bolas. Se, à primeira, Rúben Fonseca permitiu a defesa, à segunda já não perdoou. O avançado correspondeu da melhor forma a um cruzamento fenomenal de Matías Lacava e, aos 78 minutos, empatou a partida.

    Apesar do golo, a justiça ainda não estava colocada no marcador e os jogadores do CD Tondela sabiam-no. As tentativas sucederam-se até ao final, com Bruno Cuba a dispor das duas melhores ocasiões para completar a “cambalhota” no marcador, mas a ver a barra negar a melhor delas.

    O empate final a uma bola penaliza mais o CD Tondela do que o SC Covilhã, com cada uma das equipas a levar um ponto que, na maratona da Segunda Liga, pode valer ouro.

     

    A FIGURA

    CD Tondela
    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Telmo Arcanjo – Quando Rafael Barbosa não está, é o elemento mais evoluído a nível técnico no plantel do CD Tondela. Com dois toques, é capaz de tirar vários adversários do caminho, o que faz dele um indiscutível no 11 de Tozé Marreco.

     

    O FORA DE JOGO

    SC Covilhã
    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Kukula – O avançado dos serranos foi o elemento menos entre todos em campo. Com pouca vontade no ataque à bola, a queixar-se várias vezes de entradas que não eram falta e sem o faro de golo que já mostrou, Kukula foi uma nulidade na partida de hoje.

     

    ANÁLISE TÁTICA – CD TONDELA

    3-4-3 com que Tozé Marreco tem iniciado esta aventura no CD Tondela voltou a ser a aposta do treinador dos beirões. Contudo, trazia uma grande novidade: Bebeto, lateral de origem, jogou no centro do terreno, ao lado de Pedro Augusto, no lugar que costuma ser de Iker Undabarrena. O espanhol, que nem no banco de suplentes esteve, deve estar de saída de Tondela, sendo que esta adaptação de Bebeto obrigou a que Khacef fosse titular na ala esquerda.

    Na frente, nota também para a inclusão de Matías Lacava como um dos jogadores que atuam atrás do avançado, num papel que habitualmente é desempenhado pelo agora castigado Rafael Barbosa.

    Se a novidade no 11 inicial não bastasse, Tozé Marreco voltou a inovar para a segunda parte: introduziu Rúben Fonseca como ponta-de-lança de um 4-3-3 em que Jota Gonçalves foi ‘6’, Bebeto foi ‘8’ com Telmo Arcanjo e Daniel dos Anjos e Lacava foram os extremos.

    11 INCIAL E PONTUAÇÕES

    Babacar Niasse (5)

    Jota Gonçalves (6)

    Marcelo Alves (6)

    Manu Hernando (6)

    Tiago Almeida (6)

    Pedro Augusto (5)

    Bebeto (5)

    Khacef (5)

    Matías Lacava (6)

    Telmo Arcanjo (7)

    Daniel dos Anjos (5)

    SUBS UTILIZADOS

    Rúben Fonseca (6)

    Bruno Cuba (5)

    Ricardo Alves (5)

    Simão (5)

    Cascavel (-)

     

    ANÁLISE TÁTICA – SC COVILHÃ

    O técnico Leonel Pontes apostou num 4-3-3 para o jogo na “casa emprestada” do CD Tondela. Com uma dupla muito experiente no meio-campo, Gilberto e Zé Tiago, escudados pelo ‘6’ Seydine N’diaye, coube a Felipe Dini e Beléa tentar sair em transições rápidas para o ataque, onde Kukula foi um ‘9’ que praticamente não se viu.

    11 INICIAL E PONTUAÇÕES

    Bruno Bolas (6)

    Tiago Moreira (5)

    Adams (5)

    Jaime Simões (5)

    Rúben Ferreira (5)

    Seydine N’diaye (6)

    Gilberto (5)

    Zé Tiago (5)

    Felipe Dini (5)

    Beléa (5)

    Kukula (4)

    SUBS UTILIZADOS

    Diogo Rodrigues (5)

    Gildo (5)

    Nuno Rodrigues (5)

    Sergio Quintero (5)

    Fabrice Bamba (5)

     

    BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

    CD TONDELA

    BnR: Depois das alterações e da saída do Pedro Augusto, a equipa perdeu ligação no meio-campo, apostou muito nos cruzamentos. Sente que as alterações tiraram alguma ligação pelo meio à equipa?

    Tozé Marreco: Tenho três jogadores para o meio-campo, não podia tomar outras opções. O Iker esteve mal durante a semana, não pôde jogar, o Pedro esteve mal na primeira parte e tinha amarelo, o Bebeto não joga ali. Não tinha outras alternativas.

     

    SC COVILHÃ

    BnR: Já falou que gostava de ter tido mais tempo a bola, mas mesmo com jogadores como Gilberto e Zé Tiago em campo não conseguiu superiorizar-se nesse aspeto. O que falhou?

    Leonel Pontes: Na primeira parte tivemos bola, a espaços, mas falhou a ligação com o ataque. Os três jogadores da frente tiveram dificuldade em dar seguimento ao fluxo da bola, mas este é um trabalho que estamos a fazer. A jogar fora, temos que ter mais chegada a zonas de finalização. A jogar em casa, temos que conseguir controlar o jogo, tendo a bola.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Quinta dos Lombos 0-3 SL Benfica: E é dos encarnados, ao sabor do samba!

    A CRÓNICA: SIMPLICIDADE NOS PROCESSOS SAGRA SL BENFICA COMO...

    Além de Porro, há mais um defesa a chegar ao Tottenham

    É defesa central e vem da Bundesliga. Depois de...

    Fora do Ringue #15 – WWE Royal Rumble 2023

    NOVO PODCAST "FORA DO RINGUE" SOBREA ATUALIDADE DA WWE...

    Há chicotada psicológica na Segunda Liga

    A saída foi oficializada há instantes. Filipe Rocha e...

    PSV tem tudo acertado com Hazard

    Depois de Fábio Silva, a formação neerlandesa quer continuar...
    Alexandre Candeias
    Alexandre Candeiashttp://www.bolanarede.pt
    Apaixonado por futebol desde sempre, tem o hábito de escrever sobre o desporto rei desde os tempos da escola primária, onde o tema das composições de Português nunca fugia da bola.
    Bola na Rede