Pouco antes de entrarmos no século XXI, a Sport TV apresentou-se ao público nacional e tornou-se no primeiro e único canal premium desportivo em Portugal, com transmissões das competições e principais ligas europeias, assim como algumas modalidades, desportos motorizados e de combate. Contudo,20 anos depois, a Sport TV perde o monopólio que detinha fruto da entrada de uma nova empresa “neste jogo” das transmissões televisivas, a Eleven Sports.

Danny Menken, diretor-geral da Eleven Sports, é bastante claro acerca das pretensões da empresa para o mercado português, afirmando que a Eleven Sports tem como principal objetivo a longo prazo adquirir 100% da distribuição dos conteúdos desportivos e começou desde já a trilhar esse caminho ao assegurar os direitos televisivos para Portugal da Liga dos Campeões, da Youth League,da liga espanhola de futebol e de basquetebol, da liga francesa de futebol, da primeira e segunda divisão alemã de futebol, da liga escocesa de futebol, da liga belga de futebol, a Fórmula 1, 2 e 3 (a partir de 2019), a NFL, vários desportos de combate, o PGA EuroPro Golf Tour, a Barça TV, a Juventus TV e a Arsenal TV.

Menken revela ainda que este é um canal que prima pela diferença no comentário desportivo:  “os fatos e as gravatas vão dar lugar ao estilo informal” e o objetivo passará por fazer as pessoas felizes ao verem desporto, esquecendo assim o comentário rígido, antiquado e político que muitas vezes se assiste em Portugal.

Este é um panorama já vivido noutros países, com a Eleven Sports a revelar-se  muito forte financeiramente e com desejos de se internacionalizar olhando para cada país como um alvo específico. Na Polónia, por exemplo, era o Canal+ que há mais de 25 anos dominava na transmissão televisiva dos conteúdos desportivos, porém após o acordo entre a Eleven Sports e todos os operadores polacos, constatou-se uma alteração desta conjuntura que fixa hoje o seguinte dado estatístico: o Canal+ conta com 1.2 milhões de assinantes, perdendo para a Eleven Sports que já ultrapassa a barreira dos dois milhões.

Em Portugal, a grande oportunidade foi a Liga dos Campeões e a estratégia de convencer o público português passou por deter os direitos da principal competição europeia de clubes. À data deste artigo, a Eleven Sports apenas chegou a acordo com a Nowo e é a plataforma online que representa o maior número de subscrições, mas é possível desde já perspetivar que assim que haja acordo entre este novo canal e os principais operadores, vamos assistir a uma revolução no cenário do desporto televisivo.

Colocando o foco nos principais intervenientes, os espetadores, concluímos que pode ficar bastante caro assistir a futebol e a todos os restantes desportos, isto porque a Sport TV não recuou no custo da sua mensalidade e, no caso de os fãs desejarem continuar a ver na integra tudo o que viam, terão que adicionar às suas habituais despesas a subscrição da Eleven Sports.

Por último, destacar o desporto rei nesta questão…

Fonte: FPF

Afinal onde é que se vê futebol em Portugal?

Primeira Liga: Sport TV (exceto jogos do SL Benfica em casa, que são transmitidos na BTV)

Taça de Portugal/Supertaça Cândido de Oliveira: RTP

Taça da Liga: Sport TV

Premier League: Sport TV

Serie A: Sport TV

La Liga: Eleven Sports

Bundesliga: Eleven Sports

Ligue 1: Eleven Sports

Jupiler Pro League: Eleven Sports

Liga dos Campeões: Eleven Sports (a TVI vai transmitir um jogo por dia de jogo durante a fase de grupos)

Liga Europa: Sport TV (SIC transmite um jogo por jornada)

 

 

Foto de Capa: FC Schalke 04

 

Comentários