Força da Tática | A importância de Uribe frente ao Sporting CP

    - Advertisement -

    Matheus Uribe é ao dia de hoje um jogador imprescindível para o treinador do FC Porto. Sérgio Conceição vê no jogador colombiano um jogador à sua imagem e um atleta capaz de interpretar o jogo de forma praticamente perfeita de modo a fazer sempre o que lhe é pedido de forma praticamente imaculada.

    No último jogo que opôs o FC Porto ao Sporting CP, Uribe foi o jogador responsável por tomar conta de Paulinho. O avançado dos leões, mais do que marcar golos, é o jogador que Rúben Amorim tem como potenciador das características de Sarabia e Pote (neste caso, Nuno Santos).

    Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

    O avançado português é muito disponível para as dinâmicas da equipa e é normalmente um avançado centro que vem oferecer muitos apoios frontais aos médios que transportam a bola, assim como também é o jogador que “foge” da posição central do ataque leonino para criar arrastos dos defesas centrais adversários de forma a abrir espaço nas defesas adversárias para que os extremos possam entrar e “ferir” os oponentes.

    Não é demais recordar que por exemplo nos jogos com o Benfica, Paulinho arrastou sempre Otamendi para setores próximos do meio campo o que depois permitiu entradas entre o lateral e o central que sobra.

    Vendo isto a acontecer de forma regular nos jogos do Sporting CP, Sérgio Conceição entendeu que em vez de deixar Paulinho para Pepe ou Mbemba, o certo a fazer era deixar essa tarefa para Uribe, de forma a que os centrais anulassem as diagonais ofensivas praticamente sempre que o Sporting as procurasse.

    Para Uribe, “missão dada é missão cumprida” e neste jogo não foi diferente. Vários são os lances em que se vê claramente o médio do FC Porto a procurar a sua referência individual. Sempre que possível acompanhou os movimentos de Paulinho e caso tivesse de se desposicionar para ajudar a equipa num outro momento, rapidamente procurava recuperar o seu posicionamento.

    Uribe é um médio com uma percepção tática enorme e que entende muito bem os equilíbrios que tem de fazer em todos os momentos.

    É um jogador assertivo no momento de recuperar a bola e fisicamente é exemplar tanto da resistência para aguentar os 90 minutos de forma frequente ao longo da temporada, como na capacidade que tem de bascular e percorrer vários setores como um verdadeiro bombeiro na equipa azul e branca.

    Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

    É um dos jogadores do treinador e é um jogador fiável que, a poucos dias de fazer 31 anos, podemos arriscar que dificilmente deixará o FC Porto na nova época que se aproxima. No clássico que contou para a Taça de Portugal foi novamente um dos melhores em campo, mas para Uribe já é algo normal dada a competência que por hábito demonstra.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Sporting afasta-se da corrida por Lamptey

    O Brighton & Hove Albion FC apenas aceita negociar...

    Leeds próximo de oficializar ex-Juventus

    Weston McKennie vai assinar pelo Leeds United FC até...

    Inter pensa em ex-Benfica e em português para a defesa

    Segundo Fabrizio Romano, o Inter de Milão já sonda...

    Chelsea contrata novamente no mercado francês

    Após a chegada de Benoit Badiashile, o Chelsea FC...

    Mourinho perdeu reforço sonante mas ficou a sorrir

    A AS Roma teve tudo acertado para contratar Dusan...
    Bola na Rede