É do Campeonato de Portugal que surgem enormes surpresas no que se refere a jogadores com enorme capacidade, que aí têm oportunidade de se fazerem ver, de se revelarem e de confirmarem a sua qualidade.

Filipe Alexandre Fragoeiro Cascão, nascido a 11 de março de 1997, defesa lateral esquerdo com muita propensão ofensiva e consistência defensiva, está atualmente a jogar no Clube Desportivo de Fátima que milita na Série C do terceiro escalão português.

O Crescimento dentro da Elite

Com formação na Associação Espeleologica de Óbidos, no Sporting CP, no Sport Clube União Torreense e, terminando a sua formação desportiva, no CF “Os Belenenses” acompanhado de Heriberto Tavares, Pedro Marques, Oleg Reabciuk, e tendo um papel preponderante na muito boa prestação da equipa de Belém na fase de Apuramento de Campeão no campeonato nacional de juniores onde o FC Porto, de Diogo Dalot, Diogo Leite, Chidozie, Rui Pedro, entre outros, se tornaria campeão.

Anúncio Publicitário

Filipe Cascão acabaria, assim, a sua formação ao mais alto nível no futebol em Portugal e rodeado de qualidade, numa altura, em que ainda não havia a Liga Revelação para sub-23 que, nesta fase, facilita em muito a transição para o futebol profissional e de alta-competição.

A entrada no Futebol Sénior

Na sua primeira época, e nas duas seguintes, o defesa lateral chega a um clube estável e com créditos firmados na Campeonato De Portugal, o Caldas Sport Clube. Realiza nos Pelicanos 57 jogos e tem participação ativa na célebre e histórica prestação na Taça de Portugal, em que o clube atingiu a meia final e caiu de pé contra o CD Aves da Primeira Liga, em 2017/18.

No início da presente época, Filipe Cascão ambiciona maior preponderância no plantel e sai para o Lusitano Ginásio Clube (Évora), onde assume desde início a posição de defesa lateral esquerdo e brinda os adeptos Lusitanos com muito boas exibições e com um desempenho que o fazia sobressair na equipa de Évora. A falta de resultados leva-o então para outro projeto, saindo do clube em Janeiro com 18 jogos, dois golos e várias participações para golo.

Segue então para Fátima, onde confirma toda a qualidade e capacidade demonstradas a mais em Évora e, de imediato, entra para o 11 dos Grenás realizando, até ao momento em que os campeonatos pararam, sete jogos cumprindo a totalidade dos minutos. 

O Destaque do seu Jogo

A capacidade física e a intensidade são, sem dúvida, os pontos que o tornam um defesa lateral de enorme qualidade e potencial.

As constantes e recorrentes subidas pelo corredor lateral onde o Filipe coloca toda a sua velocidade, fazem deste aspeto da sua forma de jogar, um caminho a explorar por parte da sua equipa. Com capacidade para realizar estas incursões inúmeras vezes durante os 90 minutos, o defesa lateral teve de aliar a esta caraterística, uma boa qualidade de passe e de cruzamento e, também, inevitavelmente, visão de jogo.

Com 1,79m de altura, consegue através do seu poder de impulsão, ser também forte nas disputas de bola aéreas e é recorrente, dada a sua agressividade e intensidade, ganhar muitos destes duelos.

Já referida, a intensidade que incute na sua forma de estar em campo permite-lhe, muitas vezes, antecipar passes e movimentos dos seus adversários.

Perspetivas Futuras

Dotado de um bom pé esquerdo, muita velocidade e capacidade explosiva, e tendo em conta a qualidade das exibições e o desempenho que tem tido nesta época, que o faz sobressair, juntando a bagagem que traz das épocas anteriores, espera-se que Filipe Cascão conquiste outros patamares, como é hábito dos bons valores que atuam no Campeonato de Portugal.

E, com certeza, que é este o seu desígnio e vontade.