Hoje apresentamos Javairô Dilrosun. Para muitos, este nome não lhe irá dizer muito, mas, para quem segue o futebol internacional atentamente, nomeadamente as cinco principais Ligas Europeias, sabe na certa de quem estamos a falar. Isto porque estamos na presença de um prodígio que tem tudo para se tornar num dos extremos mais badalados das próximas épocas e para ser figura na renovada seleção Holandesa, assumindo, por exemplo, o legado de Arjen Robben.

Dilrosun, de apenas 20 anos, é extremo e uma das figuras e revelações do Hertha Berlim SC da Bundesliga. Internacional holandês em todos os escalões, faltando apenas a estreia na seleção principal, foi formado nas escolas do AFC Ajax até aos juvenis, mudando-se em 2014, a troco de 300 mil euros, para o Manchester City FC. Na sua primeira época de sénior, representou a equipa sub23 dos ´Citizens`, rumando este verão para o Hertha Berlim SC a custo zero.

Bastou apenas dois jogos, para Dilrosun passar do estatuto de jovem promessa para se ir apostando aos poucos, para o estatuto de titularíssimo. Na primeira jornada não foi convocado, na segunda jogou seis minutos, na terceira já era titular e não mais saiu do onze inicial.

Dilrosun e Duda têm carregado a equipa às ´costas`.
Fonte: Hertha Berlim SC

Com dois golos marcados em sete jogos, Dilrosun tem cativado os adeptos do Hertha Berlim SC e da Bundesliga. A fazer lembrar Ousmane Dembélé do FC Barcelona, Dilrosun é muito rápido e com um drible em progressão estonteante. Canhoto, parte para cima, vezes sem fim, do lateral e ganha várias vezes nesses duelos. Constantes mudanças de velocidade, sempre com a bola colocada ao pé, fazem de Dilrosun uma autêntica seta apontada à baliza adversária. Procura receber no pé, mas também solicita muitas vezes o passe em profundidade, tendo também muita qualidade no capítulo da receção. A única coisa que Dilrosun tem de fazer para melhorar o seu futebol é, talvez, procurar um pouco mais o jogo interior, sobretudo quando tem outro tratado como Ondrej Duda a jogar na ´posição 10`.

Uma coisa é certa, a este ritmo, Dilrosun será titular na seleção holandesa brevemente e irá movimentar muito dinheiro. Fica a ganhar o Hertha Berlim SC que, não só está a receber o rendimento desportivo, como irá receber mais tarde o financeiro, isto tudo despoletado por uma contratação a custo zero…

Foto de Capa: Hertha Berlin SC

Artigo revisto por: Jorge Neves

Comentários