Leandro Antunes e é o «homem do momento» na Marinha Grande e, mais concretamente, no Atlético Clube Marinhense, depois de ter marcado os dois golos que permitiram ao conjunto orientado pelo argentino Andrés Madrid assegurar a passagem aos oitavos de final da Taça de Portugal.

Formação com selo de qualidade (e de golo):

Nascido a 28 de julho de 1997 em Rio Maior, Leandro Miguel Curto Antunes efetuou grande parte da sua formação no Núcleo Sportinguista da sua cidade, antes de, por volta dos 17 anos, rumar à Academia de Futebol Juvenil da UD Leiria, a fim de representar os juniores do clube.  Após uma época de grande nível (quer individual, quer coletivamente) no Campeonato Nacional de Juniores ao serviço da Equipa do Lis, Leandro daria mais um passo importante com vista à sua progressão, rumando ao SC Braga, um emblema que ao longo dos últimos anos tem vindo a intensificar a sua aposta no futebol jovem.

Tendo numa primeira fase, integrado a formação de sub-19 do Braga (marcando nove golos em 18 partidas), o ponta de lança natural de Rio Maior faria, na época 2016/2017, a transição para sénior, passando a figurar na promissora equipa B dos Arsenalistas, conjunto orientado por Abel Ferreira que contava, entre outros, com Francisco Trincão, Artur Jorge, Mamadou Loum ou Luther Singh.

Assim sendo, ao longo da temporada de estreia como profissional, o jovem Leandro Antunes marcaria seis golos, em 26 encontros referentes ao segundo principal escalão da hierarquia do futebol português. Ora, este seria, porventura, o seu melhor registo ao serviço daquela formação, uma vez que, nas épocas que se seguiram, o avançado luso foi vendo o seu tempo de utilização diminuir (de realçar que, ao longo da temporada passada, Leandro Antunes não realizou qualquer jogo).

Por conseguinte, em busca de mais oportunidades para se afirmar como profissional, Leandro juntar-se-ia à UD Vilafranquense Futebol SAD, tendo assinado um contrato de dois anos com o emblema recém-promovido à II Liga. Contudo, e tendo em conta que acumulara escassos minutos de utilização no ano passado, tanto os responsáveis do emblema ribatejano como o próprio avançado concordaram que uma saída, na condição de emprestado, seria o cenário ideal.

Regresso a Leiria… um tiro certeiro!

Após ter sido alvo de algumas abordagens, a escolha de Leandro acabou por recair no Atlético Clube Marinhense, uma decisão que, diga-se, se tem revelado proveitosa para ambas as partes.

Neste sentido e, se por um lado o avançado de 22 anos, foi capaz de encontrar na equipa da Marinha Grande (distrito de Leiria) a estabilidade de que necessitava para impulsionar a carreira, também o conjunto que está inserido na Série C do Campeonato de Portugal tem usufruído do excelente momento de forma vivenciado por Leandro Antunes (melhor marcador da referida prova, com nove golos em 11 jogos).

De salientar que esta apetência pelo golo se tem feito notar, de igual modo, na Taça de Portugal, com o camisola 17 do “Atlético” a constar de entre os melhores marcadores da competição, fruto dos três tentos apontados em quatro encontros.

Leandro Antunes tem-se exibido em muito bom plano e uma das figuras do Campeonato de Portugal
Fonte: Atlético Clube Marinhense

COMO JOGA:

Leandro Antunes é um avançado móvel, que revela uma enorme aptidão para surgir em zonas de finalização (consequência da sua boa leitura de jogo e bom posicionamento). Para além dessa caraterística, outra das principais virtudes deste jogador que privilegia o uso do pé direito reside no facto de ter um remate forte e colocado.

De referir, também, que se trata de um avançado algo possante (1, 83 metros e 76 quilogramas), possuidor de uma boa capacidade de aceleração e que, em virtude disso, não se inibe de procurar atacar a profundidade.

Com 22 anos e a viver, no decurso da quarta época como sénior, o melhor período da carreira a nível individual, o ponta de lança nascido em Rio Maior tem tudo para aspirar a uma nova oportunidade nos escalões profissionais.

Foto de Capa: UD Vilafranquense SAD

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários