9.

Fonte: SKA Khabarovsk

SKA Khabarovsk (Rússia): Um estreante na divisão maior do seu país que atormentou mais os rivais pelas longas viagens que os obrigou a fazer do que propriamente dentro do campo. É que a equipa do extremo Oriente (próxima da fronteira com a China e do mar do Japão) tem sete fusos horários diferentes e mais de 8000 quilómetros a separá-la dos rivais de Moscovo e São Petersburgo. Para termos uma ideia, a deslocação mais curta que efetuou foi de “apenas” 6500 km… Soma unicamente duas vitórias no campeonato (as duas em casa, claro) e está praticamente condenado, a 11 pontos dos lugares de play-off de despromoção. Um alívio para os rivais, com certeza…