logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

À conquista do Mundo – Entrevista a André Fialho

Apesar das dificuldades iniciais, as coisas têm corrido bem: não é todos os dias que se estreia na Bellator da forma que fez André Fialho. O K.O de 29 segundos a Manuel Meraz correu o mundo e chegou, naturalmente, a Portugal. No entanto, em terras lusas a atenção não tem sido aquela que normalmente se espera, e André tem sido vocal em relação a isso. Em virtude do próximo combate, Fialho procurou que a SIC Radical passasse em direto – são eles quem tem o direito de transmitir Bellator em Portugal – mas nada feito:

Eu não faço ideia [porque não passam em direto]. Tentei falar com a Bellator para falar com a SIC Radical, mas há questões de direitos e não é fácil. Acho que se realmente quisessem apoiar apoiavam. Espero que apoiem, mas só o tempo o dirá”.

André Fialho (à esq.) no combate contra Manuel Meraz  Fonte: Facebook André Fialho
André Fialho (à esq.) no combate contra Manuel Meraz
Fonte: Facebook André Fialho

O foco no MMA em Portugal aumentou nos últimos tempos devido à morte de João Carvalho, amigo e ex-colega de equipa de André Fialho. Após uma luta na Irlanda, Carvalho sentiu-se mal e foi levado de imediato para um hospital, onde acabou por falecer devido a um derrame cerebral. Muito se falou da modalidade em Portugal e pouco foi de forma positiva, pelo que perguntei se o futuro do MMA em Portugal iria ser afetado. André reconheceu o impacto da tragédia, mas respondeu que não, que vai “fazer questão que isso não afete” e que vai “ajudar ao desenvolvimento do MMA em Portugal”, que, segundo disse André, ainda tem um longo caminho a percorrer:

Eu fiz seis lutas em Portugal e nunca fiz um exame ao coração, nunca fiz um exame à cabeça, nunca fiz um exame aos olhos, nunca fiz um exame a nada. E tu aqui não lutas sem fazer um exame ao sangue, para ver se tens doenças. E isso é outra coisa: aí em Portugal podia ter lutado com alguém que tem SIDA e, como não há exames, podia ter apanhado SIDA. Aqui faço exame a tudo. Eu não acredito que o João tenha sofrido aquilo na luta. Ele devia ter qualquer coisa ali e ninguém fez testes. É com muita pena e com muita tristeza que falo disto, mas acho que foi isso… E mesmo assim foi na Irlanda… Toda a gente quer fazer eventos de MMA mas têm de ter mais profissionalismo, zelar mais pelos atletas… E se calhar não zelam tanto aí em Portugal. Não é assim tão difícil organizar eventos em Portugal, por isso…

Entusiasta de MMA e futebol, o Gonçalo apoia fervorosamente o Benfica e a ideia de que desportos de combate não são apenas socos e pontapés.                                                                                                                                                 O Gonçalo não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Entusiasta de MMA e futebol, o Gonçalo apoia fervorosamente o Benfica e a ideia de que desportos de combate não são apenas socos e pontapés.                                                                                                                                                 O Gonçalo não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA