As perguntas e conversa do Bola na Rede com Sérgio Conceição após o FC Porto x Vitória SC

    Sérgio Conceição esteve alguns minutos a analisar com o Bola na Rede algumas nuances táticas sobre o jogo entre o FC Porto e o Vitória SC.

    Sérgio Conceição respondeu a duas questões do Bola na Rede e esteve algum tempo à conversa para analisar, de ponto de vista tático, a partida do FC Porto frente ao Vitória SC, na segunda-mão das meias-finais da Taça de Portugal.

    Eis o vídeo e as questões:

    Bola na Rede: Antes de mais, parabéns por mais uma passagem à final da Taça de Portugal. Queria fazer-lhe duas questões. Uma mais técnico-tática sobre a saída de bola do FC Porto, principalmente na primeira parte visto que na segunda o jogo se descaracterizou um bocadinho. O FC Porto saía, como é hábito, em 3+1 com um dos médios a baixar entre os centrais, ou 2+2 com o duplo ‘pivot’ a manter-se no meio-campo, sempre à procura do Pepê ou Taremi entre linhas, mas na primeira parte muitas vezes sem sucesso devido ao trabalho e mérito do trio de médios do Vitória SC. Parece-me que quando a equipa começa a apostar em carregar e provocar o um para um nas laterais o jogo começa a desbloquear. Queria perguntar se essa foi uma das chaves do jogo de hoje?

    Sérgio Conceição: Não estou de acordo. Nós nessa primeira ligação para entrar na segunda fase de construção um bocadinho mais como falou técnico-tática vamos entrar por aí. Nós encontrámos muitas vezes o Pepê e até o Taremi, por vezes o Wendell, por vezes o João Mário numa linha diferente dos nossos centrais naquela primeira ligação. É exatamente porque o Vitória SC juntou o Nuno Santos ao Tomás Händel e ao Tiago (Silva) e depois como estavam por dentro três médios mais os dois avançados, o Nelson Oliveira e o Jota (Silva), nós tínhamos nos meios algum espaço que é o tal espaço que o Álvaro Pacheco tanto fala, nós soubemos explora-lo nessa primeira ligação e depois numa segunda fase e à entrada para o último terço aí sim quisemos, até porque eles têm os três centrais mais os dois laterais, que muitas vezes são ajudados pelos alas do Vitória SC, queríamos atrair às laterais e depois encontrar um terceiro homem a entrar. Foi o caso do Francisco e do Pepê algumas vezes na direita, do Taremi na esquerda. Contra estas equipas tem que ser uma forte dinâmica, movimentos em apoio e profundidade, tudo o que seja nós jogarmos à largura fica previsível, ou seja, se quisermos num momento encontrar um Francisco ou um Galeno para assumir uma situação de um para um nunca o vamos conseguir, vai ter sempre a cobertura de um central ou a aproximação de um médio que jogasse por dentro, tanto o Nuno Santos de um lado como o Tiago do outro e ainda por cima um dos avançados por vezes a baixar um pouquinho, ou seja, nós tínhamos era que atrair ao corredor lateral e encontrar espaços entre centrais… foi aí que conseguimos, na minha opinião, no último terço criar muitas dificuldades ao Vitória SC e esse espaço entre centrais, a prova disso… já em ataque rápido, diferente do ataque organizado mais posicional, o Romário descobriu também o Pepê, na parte final o João Mário [descobriu] o Namaso por exemplo. Mas na primeira parte se for ver essas situações, criámos muitas dificuldades ao Vitória SC nesse sentido.

    Bola na Rede: A seguinte é um bocadinho especulativa e eu sei que o Sérgio não é muito fã disso, mas quando o Pepê e o Chico melhorarem e aprimorarem o último passe e a última decisão, quem é que os consegue parar?

    Sérgio Conceição: Os médios e os avançados quando ganham mais essa valia de além de desequilibrarem muito no um para um, serem extremamente rápidos na condução, desequilibradores, virtuosos nesse momento de desequilibrar no um para um, e definem bem também e concluem bem… então aí temos jogadores de top mundial sem dúvida nenhuma e eles têm qualidade e potencial para isso.

    @bolanaredept 🧐 𝐅𝐀𝐋𝐀𝐑 𝐒𝐄𝐌𝐏𝐑𝐄 𝐒𝐎𝐁𝐑𝐄 𝐎 𝐉𝐎𝐆𝐎 ✍️ O Bola na Rede esteve à conversa com Sérgio Conceição após o FC Porto x Vitória SC sobre várias componentes táticas do jogo. Eis o momento. 👀 #SergioConceicao #FCP #FCPorto #PrimeiraLiga #TacaPortugal #BolanaRede #BnR ♬ som original – Bola na Rede

    Sabe mais sobre o nosso projeto e segue-nos no Whatsapp!

    Bola na Rede é um órgão de comunicação social de Desporto, vencedor do prémio CNID de 2023 para melhor jornal online do ano. Nasceu há mais de uma década, na Escola Superior de Comunicação Social e em forma de programa de rádio.

    Desde então, procura ser uma referência na área do jornalismo desportivo e de dar a melhor informação e opinião sobre desporto nacional e internacional. Queremos também fazer cobertura de jogos e eventos desportivos em Portugal continental, Açores e Madeira.

    Podes saber tudo sobre a atualidade desportiva com os nossos Última Hora e não te esqueças de subscrever as notificações!

    A 28 de outubro de 2019, avançámos também com introdução dos programas em direto, através do canal BOLA NA REDE TV, no Youtube.

    Além destes diretos, temos também muita informação através das nossas redes sociais e em vários modelos de podcasts.

    Se quiseres saber mais sobre o projeto, dar uma sugestão ou até enviar a tua candidatura, envia-nos um e-mail para [email protected]. Desta forma, a bola está do teu lado e nós contamos contigo!

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Renato Alexandre Soares
    Renato Alexandre Soareshttp://www.bolanarede.pt
    O Renato é natural de Aveiro mas atualmente reside em Lisboa. Está, neste momento, a tirar uma licenciatura em Ciências da Comunicação no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Tem no futebol a sua maior paixão, mas é um aficionado pelo mundo do desporto. Desde futebol até à Fórmula 1, passando pelo basquetebol e andebol, se for um desporto, tem lugar garantido na vida do aveirense.