Laporta: «Messi? Ainda temos pagamentos pendentes com ele»

    O presidente do FC Barcelona concedeu uma entrevista onde abordou vários assuntos. Joan Laporta falou sobretudo de Messi e do mercado de transferências.

    Joan Laporta concedeu uma entrevista à La Vanguardia onde abordou vários assuntos da realidade do clube, desde a situação económica, Messi e o mercado de transferências. O presidente do FC Barcelona falou no plano que tinha para Messi, homenagem e pagamentos pendentes:

    «Para Messi tínhamos um acordo com a La Liga. Dedicaríamos parte dos recursos que temos a ele: estava previsto no plano de viabilidade. Comunicámos isso a Jorge Messi que, no entanto, me disse que o Leo tinha passado um ano muito difícil em Paris e que queria menos pressão. Conosco teria isso e por isso compreendo a sua escolha. Vamos prepará-lo uma homenagem pelos 125 anos do clube, seria perfeito para o retorno ao Camp Nou. Ainda temos pagamentos pendentes com ele que terminarão em 2025, fruto de acordos com a gestão anterior».

    Laporta abordou a continuidade de Xavi, o futuro de Ansu Fati e ainda revelou haver ofertas a vários jogadores do FC Barcelona:

    «O Xavi entende a situação do clube. Ele gostaria de fortalecer o meio-campo, mas sabe que algumas opções são inatingíveis . Ele quer continuar e não haverá problemas com a renovação. Ansu Fati? Ele tem de ganhar a confiança de Xavi e pode fazer a diferença graças ao seu talento. Há ofertas para Christensen, Pedri, Gavi, Araújo, Ter Stegen, Ansu, Raphinha, para Balde. Mas não somos um clube de vendas. Não temos intenção de vender as nossas estrelas».

    Além disso, Laporta comentou também a possível saída de Franck Kessié e de Clément Lenglet a título definitivo:

    «O futuro de Kessié? Não sei, se ele quiser sair vamos respeitá-lo, mas acho que ele pode ser muito útil para o Barcelona. Sobre Lenglet, acho que chegaremos a um acordo com Tottenham».

    Sabe mais sobre o nosso projeto!

    Bola na Rede é um órgão de comunicação social de Desporto, vencedor do prémio CNID de 2023 para melhor jornal online do ano. Nasceu há mais de uma década, na Escola Superior de Comunicação Social e em forma de programa de rádio.

    Desde então, procura ser uma referência na área do jornalismo desportivo e de dar a melhor informação e opinião sobre desporto nacional e internacional, assim como fazer cobertura de jogos e eventos desportivos em Portugal continental, Açores e Madeira.

    Podes saber tudo sobre a atualidade desportiva com os nossos Última Hora e, para estares a par de tudo, não te esqueças de subscrever as notificações!

    A 28 de outubro de 2019, decidimos expandir o nosso alcance com a introdução dos programas em direto, através do canal BOLA NA REDE TV, no Youtube.

    Além destes diretos, temos também muita informação através das nossas redes sociais e em vários modelos de podcasts, disponíveis nas mais diferentes plataformas e que procuram dar um pouco de tudo sobre o mundo do desporto em geral. Atualmente, temos para te oferecer os seguintes conteúdos:

    Se quiseres saber mais sobre o projeto, dar uma sugestão ou até enviar a tua candidatura para seres redator, comentador ou moderador, envia-nos um e-mail para [email protected]. A bola está do teu lado e nós contamos contigo!

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Roger Schmidt: «Eles não criaram chances»

    Roger Schmidt já reagiu ao desafio entre o Benfica...

    Florentino Luís: «Não tivemos o futebol dos últimos jogos»

    Florentino Luís já reagiu ao desafio entre o Benfica...

    Conference League: eis os resultados desta quinta-feira

    A Liga Conferência já não tem treinadores portugueses com...
    Diogo Lagos Reis
    Diogo Lagos Reishttp://www.bolanarede.pt
    Desde pequeno que o desporto lhe corre nas veias. Foi jogador de futsal, futebol e mais tarde tornou-se um dos poucos atletas de Futebol Freestyle, alcançando oficialmente o Top 8 de Portugal. Depois de ter estudado na Universidade Católica e tirado mestrado em Barcelona, o Diogo está a seguir uma carreira na área do jornalismo desportivo, sendo o futebol a sua verdadeira paixão.