No Mourinhos vs. Guardiolas desta semana tivemos como convidado João Tralhão, antigo treinador das camadas jovens do SL Benfica e antigo treinador adjunto do AS Mónaco. A formação e a ligação com as equipas principais, a curta experiência no principado do Mónaco e o futuro do treinador português foram os temas mais importantes.

Habituado à formação, João Tralhão falou sobre ligação entre equipa A e formação, que com tempo é uma solução muito possível no futuro. Quanto à formação “encarnada”, o treinador falou sobre o momento de João Félix no Club Atlético Madrid e de Florentino, que continua a não ser opção de Bruno Lage.

Questionado sobre a possibilidade de treinar o SL Benfica, João Tralhão tem consciência que tem de fazer o seu caminho. Porém, a sua ambição é de chegar ao topo e treinar os encarnados seria “chegar ao topo”. Quanto ao futuro do treinador português, as ofertas, principalmente do estrangeiro, têm surgido, todavia, João Tralhão está a analisar as mesmas e deixa a porta dos clubes portugueses abertas.

Definiu a experiência no AS Monáco como “apaixonante”, apesar de não ter corrido bem a época à equipa – desde treinador (Thierry Henry), aos jogadores e ao clube. O então adjunto monegasco sabia do mau momento que o clube estava a passar, contudo, acreditava que não tinha sido culpa de Leonardo Jardim. A equipa técnica, onde João Tralhão estava inserido, procurou encontrar o erro e tentar resolver o mesmo para dar solidez ao clube.

Anúncio Publicitário

Artigo revisto por Joana Mendes