Uma figura especial do Futebol português e nos bancos, Manuel Cajuda foi o convidado no Bola na Rede TV desta semana numa “uma verdadeira aula de Futebol”. O treinador português relembrou os episódios da sua vasta experiência, as possibilidades de treinarem os “três grandes” e perspetivou o que lhe espera no futuro.

Manuel Cajuda começou por criticar o atual estado do Futebol português tanto nas quatro linhas como fora delas e deixou o aviso: «Se o Futebol fosse uma disciplina vocês nunca mais acabavam o curso. O Futebol está sempre a mudar».

Com experiências no Minho, Manuel Cajuda não esqueceu a passagem pelo Vitória SC e pelo SC Braga. Com “os conquistadores”, relembrou o «roubo» em Basileia em o fiscal de linha anulou o golo de Roberto, que daria o empate no jogo. «Ter-me-ão roubado, e ao Vitória SC, o meu sonho: pôr o Vitória SC na luta pelo título», relembrou a derrota na Suíça que tirou possibilidade de os vimaranenses continuarem na Liga dos Campeões.

Treinador dos bracarenses entre 1998 e 2002, Manuel Cajuda confessou as dificuldades financeiras do clube e que, na altura, recebia o ordenado aos “terços” (pago três vezes durante o mês). Manuel Cajuda não esqueceu a passagem no UD Leiria e também a época desastrosa de 2011/12, onde a equipa acabou um jogo com oito jogadores.

Anúncio Publicitário

O treinador algarvio desabafou que teve possibilidade de ir para os três grandes, mas que nunca se concretizou: «não tenho pena, eles é que devem ter tido pena de não ter treinado eles». Manuel Cajuda deixou ficar a pergunta no ar de o que podia ter feito nestas equipas, visto que tinha já feito grandes trabalhos em equipas com muitas dificuldades financeiras.

Quanto ao futuro, Manuel Cajuda não tem certezas em relação a um clube, mas tem uma certeza: «Dificilmente vou estar em Portugal. Não posso bater nos outros se não me querem aproveitar».