cab reportagens bola na rede

Terminou este sábado o torneio “Champions In Loures”. Esta foi a terceira edição de um torneio realizado no concelho de Loures e que se dividiu nos complexos desportivos do Sport Grupo Sacavenense, Grupo Sportivo de Loures e nos campos municipais da Bobadela e do Catujal. O torneio de futebol foi realizado nas férias da Páscoa e contou com uma grande adesão – entre os clubes aderentes encontrei o Sporting CP e SL Benfica.

Legenda: Localização dos recintos do torneio. Fonte: championsinloures.pt
Localização dos recintos do torneio.
Fonte: championsinloures.pt

Iniciei o meu dia em Loures, onde cheguei logo pela manhã e comprei um bilhete diário pela quantia de um euro. A pulseira do torneio ficava a três euros, para os pais que fossem a todos os dias. Achei um preço bastante acessível – considerando que a organização de um torneio não deve ser fácil, nem barata.  Na mesa, por mais cinquenta cêntimos era possível comprar o calendário do torneio.

Legenda: Calendário dos jogos de Futebol de 7. Fonte: JC
Calendário dos jogos de Futebol de 7.
Fonte: JC

Sentei-me numa das bancadas do Loures onde iam começar dois jogos de futebol de sete dos escalões de 2002 e 2003, respectivamente. De um lado o Fabril vs Barreirense (2002) e do outro o Loures vs Barreirense (2003). Enquanto as equipas aqueciam, ia tocando uma musiquinha, própria para animar a malta. Nesse mesmo dia reparei que o Barreirense tinha ido em peso. Umas belíssimas claques formadas pelos pais, com direito a t-shirts, cachecóis e até bandeirinhas. Quando os jogos acabavam lá iam os atletas para as bancadas apoiar as outras equipas do seu clube.

Legenda: Atletas a apoiarem o Barreirense.  Fonte: JC
Atletas a apoiarem o Barreirense.
Fonte: JC

Os recintos foram “equipados” de modo a dar o melhor conforto quer aos atletas, quer aos treinadores e famílias. Para além disso, foram facultados hotéis – mediante pagamento, claro – para as famílias acompanharem diariamente as suas estrelas. Considerando que o torneio funcionou de forma non-stop todos os dias de manhã à noite, para as equipas/clubes que vinham de longe, facilitava, e muito, a deslocação até aos recintos. Não posso falar do recinto do campo municipal da Bobadela, porque foi o único onde não consegui ir (desde já as minhas desculpas), mas dos outros três sim.

Quanto ao recinto do Loures, tinha um campo de futebol de 11 transformado em dois de sete. No meio das bancadas encontrava-se a “tribuna” onde estava o sistema de som. Não tinha a melhor visibilidade se se quisessem ver os dois jogos ao mesmo tempo. No recinto em si, tínhamos o bar (preços verdadeiramente acessíveis) e ainda uma banca que personalizava chuteiras – vi uma delas a dizer “Maradona” e achei fabuloso.

Legenda: Um dos campos de Fut7 (não existem bancadas do outro lado, logo a visibilidade dos lances para o outro lado não é a melhor.) Fonte: JC
Um dos campos de Fut7 (não existem bancadas do outro lado, logo a visibilidade dos lances para o outro lado não é a melhor.)
Fonte: JC

 

No campo municipal do Catujal, não tenho muito a dizer. Quanto à parte exterior, um recinto remodelado, com um campo de futebol de 11 – podendo ser transformado em dois de futebol de 7. Não é um recinto grande, mas no dia em que lá fui não estava muito cheio – fui ver um jogo de iniciados: Sacavenense B vs Alta de Lisboa, com uma vitória por 2-1 para a equipa de Sacavém. Quanto aos balneários, não eram os melhores, mas isso é um facto que afecta a maioria dos clubes. No que toca a bancas de merchandising, não encontrei nenhuma.

Legenda: Recinto do Catujal e início da partida de iniciados Sacavenense B (3º lugar no escalão de 1999) vs Alta de Lisboa.  Fonte: JC
Recinto do Catujal e início da partida de iniciados Sacavenense B (3º lugar no escalão de 1999) vs Alta de Lisboa.
Fonte: JC

Por ultimo, o recinto do Sport Grupo Sacavenense era, na minha opinião, o maior e o mais bem equipado dos três que vi. Umas óptimas infra-estruturas. Conta com um campo de futebol de 11 com bancadas de ambos os lados e com um campo de futebol de 7 também com bancadas. Para além destes dois campos, existirá um terceiro de futebol de 11 que ainda está em construção. Tem à volta de dez balneários, o que permite uma maior elasticidade na distribuição das equipas pelos mesmos. À entrada do recinto tínhamos o bar “Preto-Vermelho” (nome alusivo às cores do clube), e do lado direito tínhamos roulottes que vendiam churros, farturas e pipocas. Existia também uma tenda com merchandising que vendia lembranças do torneio e outros objectos/acessórios de futebol relativos a outros clubes. Por ocasião do torneio, nas traseiras das bancadas do campo principal, abriram um bar com óptima comida e preços muitos acessíveis – falo por experiência própria: duas bifanas excelentes e uma imperial bem fresquinha.

Legenda: Símbolo do Sport Grupo Sacavenense / Recinto do SGS Fonte: 1ª Imagem – JC / 2ª Imagem – zerozero.pt
Símbolo do Sport Grupo Sacavenense / Recinto do SGS
Fonte: 1ª Imagem – JC / 2ª Imagem – zerozero.pt

Passamos agora aos resultados do torneio:

Equipas vencedoras da Champions In Loures

Escalões/Equipa 

1999 – SG Sacavenense A

2000 – SG Sacavenense

2001 – Sporting CP

2002 –SL Benfica

2003 – FC Barreirense

2004 – Marítimo Rosarense

2005 – Almada AC

Pessoalmente, e não tirando prestígio a nenhum dos outros clubes participantes na prova, as estruturas mais consolidadas que estiveram presentes no torneio foram o SG Sacavenense e o Almada. Quanto ao SGS, como podemos ver pelos resultados, esteve presente nos quatro primeiros em todos os escalões. Em 1999 a equipa vencedora foi o Sacavenense A e a equipa B ficou em 3º lugar. Em 2000 o 1º lugar voltou a ser ocupado pelo Sacavenense. Já no escalão de 2001 ficou em 2º e em 3º lugar, em 2002 ficou em 4º lugar. Finalmente, em 2005 ocupou a 2º lugar no pódio.

Quanto ao Almada AC, no escalão de 2005 ganhou o 1º lugar, no escalão de 2004 ficou em 3º lugar e em 2003 ficou em 4º lugar. Em 2002 foram à final contra o Sport Lisboa e Benfica e em 1999 ficaram em 4º lugar.

Ainda de destacar o desempenho do Marítimo Rosarense, que ficou em primeiro lugar no escalão de 2004, depois de ganhar na final por 2-1 ao Sporting Clube de Portugal. De destacar que em 2004 o Sporting CP jogou com atletas de 2005.

Já a cerimónia de entrega de prémios e encerramento do torneio foi em Sacavém e teve início às 18h30, com as bancadas a encherem-se para verem os atletas a receber os seus troféus e medalhas. Foi um momento bonito de se ver, com as equipas a entrarem em campo com as bancadas já bem compostas.

Legenda: Cerimónia da entrega dos prémios e de encerramento do torneio. Fonte: JC
Cerimónia da entrega dos prémios e de encerramento do torneio.
Fonte: JC
Legenda: Os troféus da Champions In Loures.   Fonte: Facebook- Champions InLoures
Os troféus da Champions In Loures.
Fonte: Facebook- Champions InLoures

Não sei se consegui fazer justiça ao torneio que foi, mas tive como intenção principal explicar a estrutura e o funcionamento dos recintos e só depois as equipas vencedoras e as que, na minha opinião, melhor se destacaram. Uma excelente organização que está, desde já, de parabéns. Estes torneios são sempre iniciativas de se louvar. Dão a conhecer atletas, equipas e clubes. Infelizmente não lhes é dado o reconhecimento nem a cobertura devida, o que é uma pena. É preciso ter a noção de que a formação não passa só pelos grandes de Portugal, passa sobretudo por outros clubes que têm o mesmo nível de qualidade. E é aqui, nestes torneios, nesta Champions In Loures, em particular, que se vê a alegria e o entusiasmo destes atletas naquilo que fazem e naquilo que é jogar futebol. Uma mística fantástica. Não admira que seja este o desporto-rei. Para o ano há mais e nós lá estaremos.

Em Loures foram todos Campeões.

Comentários