10 Momentos de absoluta glória rossonera

    5

    Fonte: AC Milan

    O único africano Bola de Ouro – Weah tem uma história de vida que se assemelha à de Kanté. Fazia pela vida, dizem que vendia donuts, o melhor jogador liberiano de sempre cumpriu cinco anos no AC Milan.

    Lançado por Wenger no AS Mónaco, e com passagem pelo PSG FC, chegou, viu e quase vencia a Liga dos Campeões. Mesmo assim, a par de Gianni Rivera, Ruud Gullit, Van Basten (por três vezes) e Shevchenko, que mereciam destaque de igual forma nesta Top, entra para a história do futebol mundial como uma referência no que e refere à crença, vontade e determinação em dar seguimento a uma carreira profissional.

    Em Itália, o racismo é prato do dia, e Weah teve foco para contornar desigualdades criadas pelo fervor clubístico, e também patriótico…

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Diogo Fresco
    Diogo Frescohttp://www.bolanarede.pt
    Fã de um futebol que, julga, não voltará a ver, interessa-se por praticamente tudo o que envolve este desporto, dando larga preferência ao que ocorre dentro das quatro linhas. Vibra bastante com a Seleção Portuguesa de Futebol.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.