Depois do bicampeonato e da derrota na final da Champions League 2012/2013, o Borussia Dortmund parece uma equipa diferente. Desequilíbrio e inconstância são as melhores palavras para descrever esta época.

Todos imaginávamos que, com Guardiola, o Bayern München não daria hipótese nenhuma à concorrência, sobretudo ao Borussia Dortmund, mas ninguém previa, com certeza, uma diferença pontual tão grande.

A verdade é que as duas equipas parecem ser a antítese uma da outra: de um lado temos um Bayern equilibradíssimo, quase perfeito, e do outro é-nos apresentado um Borussia Dortmund que parece ter perdido o fulgor dos anos anteriores.

Podemos dizer que a turma de Klöpp tem sido fustigada por lesões e ainda perdeu um jogador, vendido ao Bayern München, o que tem dificultado, e de que maneira, a vida do excêntrico técnico alemão.

Lewandowski será orientado por Guardiola, já a partir da próxima época / Fonte: http://i.huffpost.com
Lewandowski será orientado por Guardiola, já a partir da próxima época
Fonte: i.huffpost.com

As lesões têm assolado o plantel de Westfalen. Jurgen Klöpp já se viu privado do seu quarteto defensivo preferido (Piszczek, Subotic, Hummels e Schmelzer), tendo mesmo ido contratar Friedrich, que já tinha colocado um ponto final na carreira. Apesar de os seus laterais já terem voltado, a verdade é que Hummels parece ressentir-se da lesão contraída nos ligamentos, em Novembro, cada vez que participa num jogo. Já o seu companheiro no eixo da defesa, Subotic, tem regresso marcado apenas para meados de Maio; o sérvio sofreu também uma lesão nos ligamentos do joelho esquerdo.

Subotic lesionou-se durante o jogo contra o Wolfsburg, em Novembro de 2013, e só volta em Maio de 2014 / Fonte: Daily Mail
Subotic lesionou-se durante o jogo contra o Wolfsburg, em Novembro de 2013, e só volta em Maio de 2014
Fonte: Daily Mail

Mas os problemas não são só na defesa. O meio-campo também tem sofrido com isso, e o caso mais grave é mesmo o de Gundögan, peça fundamental no sistema de Klöpp, que se encontra afastado dos relvados desde Agosto, devido a problemas lombares. Mais recentemente, foi a vez de Sven Bender ser assolado por uma lesão que também o afastará da competição até Maio, perdendo algumas hipóteses de ser seleccionado por Joachim Löw para o Mundial 2014, a disputar no Brasil.

Outra dor de cabeça para os responsáveis do Dortmund é Jakub Blaszczykowski. O polaco foi mais um a contrair uma lesão nos ligamentos, e tem regresso previsto para Julho, falhando assim o resto da temporada.

Com todos estes jogadores lesionados e com os suplentes a, obviamente, não apresentarem a mesma qualidade, a equipa ressentiu-se e está neste momento no 3º lugar, a um ponto do Bayer Leverkusen, e com um ponto de vantagem sobre os eternos rivais, o Schalke 04. O título é apenas uma miragem, e só com um milagre é que lá chegarão, enquanto que a Liga dos Campeões, com todas estas baixas, parece ser um sonho igualmente impossível.

Os (excelentes) adeptos do Borussia bem podem sonhar, mas será quase impossível ser campeão contra o Bayern de Guardiola / Fonte: sambafoot.com
Os (excelentes) adeptos do Borussia bem podem sonhar, mas será quase impossível ser campeão contra o Bayern de Guardiola
Fonte: sambafoot.com

Será então altura para Klöpp começar a preparar a época 2014/2015. Apesar de o Bayern München ser claramente a melhor equipa do mundo, o Borussia, com um bom substituto de Lewandowski e um plantel mais equilibrado em todos os sectores e bem preparado fisicamente, poderá ter uma palavra a dizer, tanto na discussão do título como na Liga dos Campeões.

Comentários