A CRÓNICA: UM SÓLIDO DORTMUND CONQUISTA OS TRÊS PONTOS

Neste duelo de Borussias, venceu a formação de Dortmund. O Borussia de Dortmund fez uma exibição consistente, e superiorizou-se ao Borussia Monchengladbach em grande parte do encontro. Esta vitória permite à equipa de Dortmund subir ao segundo lugar da tabela classificativa, ultrapassando o RB Leipzig, que empatou. O Borussia Dortmund está a apenas um ponto do líder FC Bayern Munich, apesar dos bávaros terem um jogo a menos do que os seus rivais. O Borussia Monchengladbach termina esta jornada em quinto lugar, atrás do Bayer Leverkusen, que também tem mais um jogo disputado.

O jogo praticamente começou da melhor forma para o Borussia de Dortmund. Ao minuto 8’, Hazard remata colocado, após passe de Haland. Foi um jogo bastante intenso, com ambas as equipas apresentaram esquemas táticos muito semelhantes e a exercerem bastante pressão quando perdiam a posse de bola.

Anúncio Publicitário

O Monchengladbach empatou a partida ao minuto 50’, por intermédio de Stindl. A defensiva do Dortmund deixa Pléa sozinho na sequência de um pontapé de canto, que colocou a bola na perfeição para o desvio de Stindl.  Ao minuto 71’, o Dortmund apanhou a defesa do Monchengladbach “adormecida”, e Hakimi apareceu nas costas da defesa, recolocando a sua equipa em vantagem, a passe de Sancho. Destaque para a entrada do extremo inglês no jogo, substituindo o “apagado” Brandt. Sancho “mexeu” no jogo com a sua irreverência, tendo realizado uma assistência e ainda enviado uma bola ao poste. Até ao fim da partida, O Dortmund limitou-se a gerir o resultado, enquanto o Borussia Monchengladbach tentava chegar ao empate de forma quase desesperada.

A FIGURA

Fonte; BVB Dortmund

Thorgan Hazard- O extremo belga fez um belo jogo, sendo o autor do primeiro golo da partida. Muito participativo no encontro, demonstrou excelentes pormenores técnicos e boas movimentações. Foi um dos maiores criativos do Borussia de Dortmund, e também um dos maiores responsáveis pela vitória da sua equipa.

O FORA DE JOGO

Fonte; BVB Dortmund

Julian Brandt – O jogador alemão passou ao lado da partida, faltando-lhe a criatividade, sendo esse um dos seus pontos fortes. Fazendo repetidamente movimentos interiores na tentativa de ter bola e ocupar espaços no centro do terreno, contrastando com Sancho, que o substituiu. O extremo inglês era exatamente o que a sua equipa necessitava. Deu ao jogo criatividade e explorou a sua velocidade e técnica estonteante, sendo um dos grandes responsáveis pela vitória do Borussia de Dortmund.

 

ANÁLISE TÁTICA- BORUSSIA VfL MONCHENGLADBACH

O Borussia Monchengladbach apresentou-se num desenho tático de 3-4-3, com os alas Lainer e Bensebaini bastante subidos, com os extremos a fazerem movimentos interiores. Zakaria ocupou a posição de defesa central do meio, mas com a sua saída por lesão, Ginter assumiu a sua função.

No ato defensivo, o Monchengladbach alternava para 5-3-2, com Plea e Stindl como os jogadores mais avançados. No segundo tempo, os médios Kramer e Neuhaus demosntraram-se mais participativos, contribuindo para uma melhor prestação da sua equipa, até ao segundo golo do Dortmund.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Yann Sommer (6)

Matthias Ginter (6)

Denis Zakaria (5)

Nico Elvedi (6)

Stefan Lainer (5)

Christoph Kramer (6)

Florian Neuhaus (6)

Ramy Bensebaini (6)

Jonas Hofmann (6)

Lars Stindl (7)

Alassane Pléa (6)

SUBS UTILIZADOS

Tony Jantschke (6)

Marcus Thuram (6)

Breel Embolo (5)

 

ANÁLISE TÁTICA-BVB DORTMUND

O Dortmund apostou numa formação de 3-4-3. Os alas Raphael Guerreiro e Hakimi interpretaram um papel de importância no esquema tático de Lucien Favre. Ambos exploravam os corredores laterais, permitindo a Brandt e Hazard fazerem movimentos interiores e apoiarem Haland.

Os médios Can e Witsel foram bastante importantes na construção de jogo, pautando o ritmo da partida. Defensivamente, o Dortmund exercia bastante pressão, explorando o contra ataque. Sancho teve um papel crucial na partida em termos técnicos e táticos, procurando realizar movimentos a partir da ala, ao contrário de Brandt que procurava mais a zona central.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Roman Burki (6)

Lukasz Piszczek (6)

Mats Hummels (7)

Dan-Axel Zagadou (5)

Achraf Hakimi (7)

Emre Can (7)

Axel Witsel (6)

Raphael Guerreiro (6)

Julian Brandt (5)

Thorgan Hazard (8)

Erling Haland (6)

SUBS UTILIZADOS

Jadon Sancho (7)

Giovanni Reyna (6)

Manuel Akanji (-)

Comentários