A CRÓNICA: DORTMUND GOLEIA NO DERBY DA RENÂNIA

Está de regresso o futebol na Liga Alemã e houve goleada logo a abrir. O BVB Dortmund recebeu o FC Shalke 04 e venceu o derby da Renânia por 4-0. Perante um silêncio ensurdecedor proveniente das bancadas vazias, Haaland, Raphael Guerreiro (2) e Thorgan Hazard marcaram para a equipa da casa, confirmando a superioridade da equipa de Lucien Favre.

O Dortmund entrou melhor no jogo e, após algumas iniciativas dos seus homens da frente, acabou por inaugurar o marcador pelo inevitável Haaland. O norueguês fez a rede balançar aos 29’, com um desvio subtil no coração da área, após assistência de Hazard. A avalanche ofensiva da equipa de Lucien Favre continuou e Raphael Guerreiro aumentou a contagem para 2-0 mesmo em cima do intervalo, num remate cruzado dentro da área.

O Schalke fez duas alterações para a segunda parte e mudou o sistema tático, mas foi o Dortmund que voltou a marcar, à passagem do minuto 48’. Brandt, um dos melhores esta tarde, assistiu Thorgan Hazard e o avançado belga aumentou a contagem para 3-0. O Schalke ia tentando reagir à desvantagem mas o Dortmund mostrava-se mais assertivo no ataque. Aos 62’, Raphael Guerreiro confirmou a sua boa exibição ao bisar num remate em jeito, fechando o placar em 4-0.

Anúncio Publicitário

Com este resultado, o Dortmund soma 54 pontos e coloca pressão no líder FC Bayern, enquanto o Schalke agudiza a má série de resultados e continua com 37 pontos. Na próxima jornada, o Borussia desloca-se ao terreno do Wolfsburg e o Schalke recebe o Ausgburg.

A FIGURA


Raphael Guerreiro – Exibição sólida do jogador português, coroada com dois golos plenos de oportunidade. Leva já sete golos esta época e assume-se cada vez mais como um dos indiscutíveis para Lucien Favre.

 

O FORA DE JOGO


Schubert – Exibição desastrosa do guarda-redes do Schalke, que acaba por ficar negativamente ligado ao segundo e ao terceiro golo do Dortmund. Mostrou insegurança entre os postes e com a bola nos pés, estando na origem do segundo golo do adversário devido a uma má reposição da bola.

ANÁLISE TÁTICA – BVB DORTMUND

Lucien Favre escalou a sua equipa neste regresso à competição em 3-4-3. O Dortmund controlou a iniciativa de jogo desde o apito inicial, circulando a bola com rapidez entre setores e variando o jogo interior com o ataque pelos corredores. A equipa conseguiu criar perigo inicialmente com diagonais das alas para o miolo, mas os dois primeiros golos acabaram por surgir com jogadas a partir dos corredores, quando o Schalke abriu mais espaço entre os seus defesas. Na segunda parte, a equipa soube gerir a vantagem e dilatá-la quando o adversário deu espaço no corredor central.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Burki (7)

Piszczek (7)

Hummels (8)

Akanji (7)

Hakimi (8)

Dahoud (7)

Delaney (6)

Rapahel Guerreiro (9)

Thorgan Hazard (8)

Julian Brandt (9)

Haaland (8) 

SUBS UTILIZADOS

Balerdi (4)

Jadon Sancho (3)

Mario Gotze (2)

Schmelzer (2)

 

ANÁLISE TÁTICA – FC SCHALKE 04

David Wagner apresentou o Schalke 04 em 3-4-3. A equipa teve dificuldades na primeira parte em chegar em bloco à área adversária, apostando nas saídas rápidas para o ataque. Raman esteve desinspirado esta tarde mas também bastante desapoiado no ataque, pelo que foi sem surpresa que saiu ao intervalo para dar o lugar a Matondo. Na segunda parte, o técnico alemão mudou o sistema para 4-4-2, após saída por lesão de Todibo. A equipa soltou-se mais neste sistema e chegou mais vezes com perigo à área do Dortmund, mas faltou eficácia e assertividade no último terço.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Schubert (2)

Todibo (5)

Salif Sane (6)

Nastasic (5)

Kenny Jonjoe (5)

Serdar (6)

McKennie (5)

Oczipka (5)

Caligiuri (4)

Harit (5)

Raman (4)

SUBS UTILIZADOS

Matondo (5)

Burgstaller (4)

Schopf (2)

Miranda (3)

Becker (2)

Comentários