A CRÓNICA: FANTÁSTICA PRIMEIRA PARTE DO EINTRACHT FRANKFURT SEGURA A VITÓRIA

Esperava-se uma bela partida de futebol entre Eintracht Frankfurt FAG e FC Bayern München, duas das equipas em melhor forma no campeonato alemão, e assim foi. O encontro começou com um ritmo frenético, apesar de ter sido interrompido ainda antes de atingir os 5’ minutos de jogo, devido à lesão de um dos árbitros assistentes.

Apesar da interrupção inicial causada por um acontecimento caricato, o ritmo de jogo não quebrou. Ao minuto 12’, Kamada aproveitou uma desatenção da defesa do FC Bayern Munchen, e apareceu sozinho no interior da área adversária para colocar a bola no fundo das redes. A assistência foi de Kostic, líder nos passes para golo na equipa do Eintracht Frankfurt.

Numa fase em que os Bávaros tentavam equilibrar a partida, ao minuto 31’, Amin Younes executou um remate colocadíssimo, fazendo o segundo golo da partida, após passe de Kamada. Neuer não teve hipóteses de defesa, e apenas se limitou a ver a bola a entrar junto do poste esquerdo da sua baliza.  Até ao final do primeiro tempo, Trapp ainda realizou algumas defesas de qualidade, impedindo a formação visitante de reduzir a diferença no marcador.

Os segundos 45 minutos iniciaram com um FC Bayern Munchen muito ofensivo e pressionante, tentando contrariar a supremacia do Eintracht Frankfurt. Ao minuto 53’ o inevitável Lewandowski colocou o marcador em duas bolas a uma, finalizando uma bela jogada construída por Sané. No decorrer do segundo tempo, o FC Bayern Munchen dominou o adversário, procurando incessantemente alterar o resultado da partida.

Anúncio Publicitário

O marcador manteve-se inalterado até ao final do encontro, com o Eintracht Frankfurt a sair vitorioso, resistindo à forte avalanche ofensiva do FC Bayern Munchen na totalidade da segunda parte. Apesar da derrota, os campeões alemães em título permanecem na primeira posição da tabela classificativa, enquanto o Eintracht Frankfurt continua em quarto lugar.

A FIGURA


Kevin Trapp- O guarda-redes do Eintracht Frankfurt realizou uma exibição de alto nível, sendo um dos principais responsáveis pela conquista dos três pontos por parte da sua equipa. Respondeu com grande qualidade sempre que foi chamado a intervir, e apesar de sofrer um golo nesta partida, impediu o FC Bayern Munchen de alcançar o empate, e até de consumar a reviravolta no marcador.

O FORA DE JOGO


Setor defensivo do FC Bayern Munchen- A fraca primeira parte realizada pela defensiva da equipa visitante facilitou o trabalho ao Eintracht Frankfurt. A adaptação de Sule a lateral direito teve um resultado infeliz. O defesa central alemão, que hoje jogou na ala direita, demonstrou muitas fragilidades a acompanhar Kostic, e foi a partir da sua zona de atuação que surgiram os dois golos da formação da casa.

Os restantes jogadores que constituíram o quarteto defensivo dos Bávaros também realizaram uma exibição abaixo das expetativas, cometendo demasiados erros, sobretudo no primeiro tempo de jogo.

ANÁLISE TÁTICA – EINTRACHT FRANKFURT FAG

A formação da casa alinhou num esquema tático de 3-4-2-1, com uma linha de três defesas centrais, acompanhados por dois alas bastante subidos. No meio-campo, Rode e Hasebe formaram um duplo pivot, e nas costas do ponta de lança, Kamada e Younes atuaram como avançados interiores, permitindo incursões ofensivas constantes por parte de Kostic e Touré.

O Eintracht Frankfurt privilegiou, como é hábito, as rápidas transições ofensivas, maioritariamente conduzidas pelos laterais. Desta forma criaram largos problemas ao adversário, principalmente pela debilidade de Sule, um defesa central adaptado a defesa lateral direito, que teve muitas dificuldades a travar Kostic.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Kevin Trapp (8)

Tuta (5)

Martin Hinteregger (7)

Evan N’Dicka (6)

Almamy Touré (6)

Makoto Hasebe (6)

Sebastian Rode (6)

Filip Kostic (8)

Daichi Kamada (8)

Amin Younes (7)

Luka Jovic (6)

SUBS UTILIZADOS

Stefan Isanker (6)

Ragnar Ache (5)

Aymen Barkok (5)

Steven Zuber (-)

ANÁLISE TÁTICA- FC BAYERN MUNCHEN

Hans-Dieter Flick esquematizou a sua equipa no habitual 4-2-3-1. Sule atuou como lateral direito, enquanto Kimmich ocupou a linha de meio-campo juntamente com Roca. A linha ofensiva foi constituída por quatro elementos móveis, com Sané, Coman e Choupo-Moting a apoiar Lewandowski na frente.

Após uma primeira parte complicada ao nível da construção de jogo, a saída de Roca para a entrada de Goretzka alterou o rumo da partida. O médio alemão juntou-se a Kimmich no meio-campo, atribuindo maior vigor ofensivo ao FC Bayern Munchen.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Manuel Neuer (7)

Niklas Sule (5)

Jérôme Boateng (6)

David Alaba (6)

Alphonso Davies (6)

Joshua Kimmich (7)

Marc Roca (4)

Leroy Sané (7)

Choupo-Moting (5)

Kingsley Coman (6)

Robert Lewandowski (7)

 

SUBS UTILIZADOS

Leon Goretzka (7)

Lucas Hernández (5)

Jamal Musiala (6)

Javi Martínez (-)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome