O Hamburger está a viver uma época para esquecer, e ocupa neste momento a 17ª posição na tabela da Bundesliga, estando, portanto, num lugar de despromoção. A verdade é que a qualidade do plantel não está a reflectir-se nos resultados, e a mudança de treinador parecia mesmo ser a única opção.

Bert van Marwijk, depois de ter decepcionado, e de que maneira, no Euro 2012, ao comando da selecção holandesa, voltou a desiludir, desta feita como técnico principal da equipa do seu compatriota e bem conhecido dos portugueses: Ola John.

Rafael van der Vaart voltou ao HSV a época passada, mas não está a ser feliz Fonte: sportschau.de
Rafael van der Vaart voltou ao HSV a época passada, mas não está a ser feliz
Fonte: sportschau.de

Bem, mas se nos podemos queixar da qualidade do ex-técnico do HSV, o mesmo não se pode dizer da qualidade dos seus jogadores. É certo que Aogo era importantíssimo na defesa (saiu para o Schalke 04), e esse é mesmo o ponto fraco dos ‘rothosen’, apesar de contarem com nomes como Westermann, Djourou e o muito jovem Tah, de apenas 18 anos. Para o provar, Marwijk foi despedido depois de uma vergonhosa derrota por 4-2 frente ao Eintracht Braunschweig, que tem o pior ataque do campeonato.

No meio campo, a qualidade continua: Hakan Çalhanoğlu tem apenas 20 anos e já leva cinco golos em 24 jogos, mas não é caso único. Badelj, Ilicevic, Van der Vaart e até mesmo Ola John são jogadores demasiado interessantes para lutar pela permanência.

Já no ataque, Lasogga é a principal referência da equipa. O jovem alemão emprestado pelo Hertha de Berlin conta com uma média de 0.67 golos/jogo, o que não é nada mau para uma equipa que está num lugar de despromoção.

Lasogga vai ser fundamental para lutar pela permanência Fonte: Uefa.com
Lasogga vai ser fundamental para lutar pela permanência
Fonte: Uefa.com

Falando do novo técnico, o que lhe é pedido é que pratique um futebol simples, com vista a obter resultados positivos. Slomka já passou por uma situação semelhante, aquando do convite do Hannover 96 para os salvar de uma situação também nada fácil. A verdade é que conseguiu, e levou a equipa até aos quartos-de-final da Liga Europa 2011/12, tendo sido eliminado pelo vencedor da competição, o Atlético de Madrid.
Oliver Kreuzer, membro da direcção do Hamburger, ressalvou isso mesmo, dizendo que “Slomka mostrou no Hannover que é capaz de ter êxito em circunstâncias muito complicadas.”

A verdade é que a situação actual do clube na Bundesliga não é nada famosa, mas terá ainda pela frente 12 verdadeiras finais. Para já, a classificação dispõe-se da seguinte forma:

classificaçao bundesliga

Comentários