Cabeçalho Liga Alemã

Pál Dárdai é um nome incontornável na história do futebol húngaro e também, porque não dizê-lo, da Bundesliga. Aos 40 anos de idade, Dárdai vive aquele que, porventura, será o momento mais alto da sua ainda curta carreira como treinador principal. O seu Hertha BSC é seguramente uma das formações mais interessantes da presente edição da Bundesliga e nem o começo de temporada menos auspicioso serviu para minar aquela que, até ao momento, está a ser um época de sonho para a Velha Senhora (Die Alte Dame) do futebol alemão.

O passado dia 4 de Agosto foi de má memória para Pál Dárdai e para os seus homens. Após uma vitória por uma bola a zero no Friedrich-Ludwig-Jahn-Sportpark em Berlim, os comandados por Pál Dárdai partiam para a Dinamarca com uma vantagem que deveria ser suficiente para garantir um lugar na fase seguinte da Liga Europa, mas tal não aconteceu. O Brondby IF estava apostado em fazer a vida cara ao conjunto alemão e a sua perseverança levou-os a uma sofrida, mas merecida vitória sobre um Hertha BSC demasiado relaxado para um jogo com tamanha importância. O avançado finlandês Teemu Pukki foi o herói da partida ao apontar o hat-trick que resultou na vitória por 3-1 da sua equipa. De pouco valeu ao Hertha BSC, o golo de pontapé de bicicleta que Vedad Ibisevic marcou na partida da primeira-mão, e o conjunto alemão via-se assim fora de combate numa fase ainda prematura da competição.

Sem nunca deixarem de apoiar a equipa, o desencanto dos fervorosos adeptos do Hertha BSC adensou-se quando umas semanas mais tarde, os comandados por Pál Dárdai  necessitaram de recorrer às grandes penalidades para eliminar o SSV Jahn Regensburg do lendário goleador alemão Heiko Herrlich do DFB Pokal.

Pal Dárdai – O homem que mudou mentalidades num adormecido Hertha BSC Fonte: sportmenu.net
Pal Dárdai – O homem que mudou mentalidades num adormecido Hertha BSC
Fonte: sportmenu.net

Algo parecia não estar bem na equipa da capital da Alemanha, mas Pál Dárdai não se deixou intimidar e, com a exigência táctica e técnica que o caracteriza, reuniu as tropas em seu redor e fez com que o Hertha BSC arrancasse a presente edição da Bundesliga com três vitórias consecutivas, uma das quais diante do FC Schalke 04 por 2-0.

Anúncio Publicitário

A Velha Senhora do futebol alemão começava a jogar bom futebol, muito à semelhança daquele que havia posto em prática na temporada passada, mas tinha na 4ª jornada da Bundesliga uma prova de fogo diante do poderoso do FC Bayern München na Allianz Arena. O Hertha BSC procurou jogar olhos nos olhos com o campeão alemão, mas uma série de erros defensivos, com a equipa a tentar sair a jogar a partir de trás, custaram-lhe uma pesada derrota por 3-0.