Entre cordilheiras, Friburgo em Brisgóvia, capital da região de Friburgo, vai servindo de casa na árvore a uma das maiores sensações entre os principais campeonatos europeus desta temporada: o SC Freiburg.

Na sequoia que é uma competição como a Bundesliga, a já por uma vez vencedora do campeonato da Alemanha no longínquo ano de 1907, vai olhando de cima para os habituais predadores da selva germânica.

Vizinho da floresta mais sombria da Europa, ou não estivéssemos a falar da boreal Floresta Negra, o SC Freiburg vem cimentando a sua presença na Bundesliga desde 2016, ano em que conquistou a 2. Bundesliga e ascendeu ao principal escalão do futebol do país.

A apenas dois pontos do topo da tabela, liderada pelo Borussia que veste de preto, a formação orientada por Christian Streich conta somente duas derrotas em nove partidas, um registo notável para um clube que ainda há pouco tempo lutava pela subsistência entre os grandes.

13 golos marcados e cinco sofridos fazem da equipa do sul da Alemanha o atual terceiro classificado da Bundesliga, em igualdade pontual com o Wolfsburg, numa formação que se destaca pelo coletivo, ainda que jogadores como Luca Waldschmidt (nome fortemente apontado ao SL Benfica neste início de época), Nils Petersen ou Nicolas Hofler vão engordando as estatísticas pessoais com golos e assistências.

Fonte: SC Freiburg

Partindo habitualmente de um 5-4-1, que rapidamente se metamorfoseia num 3-4-3 em processo ofensivo, o SC Freiburg vai levando a água ao seu moinho. A eliminação para a Taça da Alemanha, aos pés do FC Union Berlin a meio da semana, foi um duro revés nas aspirações da turma de Streich, mas que em nada belisca a extraordinária campanha levada a cabo pelos fuchs.

Para a próxima época, a promessa de jogar no novo estádio, ainda que com algumas restrições… O Tribunal Administrativo de Baden-Wurttemberg, estado onde a região de Friburgo se insere, anunciou que a equipa está proibida de receber qualquer jogo a partir das 20h. Não satisfeitos com esta medida do tribunal local, os moradores que a solicitaram por receio de ver interrompido o seu período de descanso, viram ainda a proibição de jogos das 13h às 15h de cada domingo.

No horizonte próximo, está já a deslocação a Bremen, onde os adeptos do BreisgauBrasilianer esperam poder gritar à vontade a vitória da sua equipa.

Foto de Capa: SC Freiburg

Artigo revisto por Joana Mendes

Comentários