O Brasil pode-se honrar de ser a única seleção que é pentacampeã do mundo. Uma honra sem igual para um país que é um verdadeiro celeiro de craques. Mas se o Brasil está no topo em títulos do Mundial, também ocupa a última posição noutro ranking, de ser o país que tem “a pior equipa de futebol do mundo”. Claro que estou falando do glorioso Íbis Sport Club, da cidade de Paulista localizada no estado de Pernambuco.

O Íbis foi fundado em 15 de novembro de 1938, mas o clube ganhou repercussão internacional apenas nos anos 80. O Pássaro Preto, como também é conhecido, ficou sem vencer um jogo oficial por três anos e onze meses e todo esse jejum sem vitórias fê-lo entrar para o Guinness Book (o Livro dos Recordes). Logo, a fama de ser “a pior equipa do mundo” ganhou manchetes no Brasil e em várias partes do planeta. O tempo sem vitórias só não foi maior pois o clube conseguiu vencer o Ferroviário pelo Campeonato Pernambucano de 1980. Antes desse triunfo, o clube já vivia uma seca de dois anos sem vitórias, ou seja, em sete anos, o Íbis venceu apenas um jogo em 43 partidas disputadas.

Isso seria motivo de revolta para qualquer adepto de qualquer clube do mundo, certo? Não no caso dos adeptos do Íbis. Na temporada passada, o clube venceu os dois primeiros jogos do Campeonato Pernambucano da Segunda Divisão e ao invés da direção do clube receber o carinho dos torcedores, esta foi alvo de protesto. Os adeptos colocaram na porta de um estabelecimento em Paulista, a frase “Fora Diretoria”, já que estavam revoltados com os resultados positivos, pois isso não era manter a tradição do verdadeiro Íbis que eles aprenderam a amar.

Também na última temporada, o clube anunciou o seu Programa de Sócio Torcedor. Para ser sócio do Íbis o adepto deve pagar uma mensalidade de R$ 2,00. Sim, apenas dois reais. O mote da campanha é “Ajude o Íbis a perder” e graças as boas publicidades e divulgações nas redes sociais, o clube tem conseguido atrair sócios até de fora do estado de Pernambuco. O perfil “Íbis Mania” é um sucesso no Facebook e no Twitter e atrai muitas pessoas pelo bom humor dos seus posts. O perfil brinca até com gigantes brasileiros como o Corinthians.

Mauro Shampoo é o maior ídolo da história do Íbis e o garoto propagando do Programa Sócio Torcedor do clube
Fonte: Íbis Mania

O homem que dá cara à campanha do Programa de Sócio Torcedor é o maior ídolo da história do clube, o ex-avançado Mauro Shampoo. O antigo ponta-de-lança foi titular da equipa por 10 anos e nesse tempo conseguiu marcar apenas um golo. Sobre o seu tento ele disse ao portal Lance: “Só fiz um golo na carreira, e mesmo assim dizem que foi contra. O guarda-redes defendeu a bola e a bola caiu na marca do penálti. Fiz o golo e corri o estádio todinho. O estádio estava lotado… Lotado de espaço vazio. Perdemos 8-1, mas eu fiz um golaço. Não há registo, por isso dizem que foi contra. Dói no coração. É o golo da minha vida.

O Íbis Sport Club chega a ser um matrimónio do futebol brasileiro e por mais folclórico que chegue a ser o Pássaro Preto, mostra uma outra realidade do nosso futebol. No clube existem jogadores que desejam vingar na carreira e não ser apenas parte de uma equipa perdedora. Jogadores que passam por sérias dificuldades, mas são “alimentados” pelo sonho de progredir como jogador.

Mas isso talvez seja assunto para outros textos. O Íbis, que é questão de orgulho e alegria para muitos, disputará novamente a Segunda Divisão Estadual esse ano. A expectativa da massa adepta é a mesma das últimas temporadas, estar com o clube mesmo após as prováveis derrotas. Afinal, a tradição tem que ser mantida.

Foto de Capa: Íbis Mania

Artigo revisto por: Jorge Neves

Comentários