Ronaldinho Gaúcho reencontrou neste fim-de-semana a última equipa pela qual tinha jogado no Brasil, antes de ingressar no México. Jogou-se um Fluminense-Atlético Mineiro, em pleno Maracanã. Gaúcho, como é simplesmente conhecido no Brasil, costuma apresentar um saldo positivo, no que concerne a partidas com ex-clubes. Mas não foi o que aconteceu: os mineiros venceram os cariocas por 1-2 e parecem ser os únicos – a par do Grémio – que irão lutar até ao fim pelo título com o Corinthians.

O craque chegou a ser vaiado durante o jogo, pelo facto de os torcedores tricolores acharem que a sua performance estava aquém do esperado; aliás, os adeptos do Fluminense (nas redes sociais) dizem que Ronaldinho Gaúcho veio gozar a reforma no clube do Rio de Janeiro e alguns pedem mesmo a venda do atleta. Ora, vamos ter alguma cabeça fria e pensar seriamente: são jogadores profissionais. Claro que o sentimento de ter pertencido a algo tão mágico na carreira (Gaúcho venceu uma Libertadores no Atlético) não significa que um jogador, quando defronta a sua antiga equipa, não queira fazer bem o seu trabalho.

Viu-se há uns dias, quando Ricardinho defrontou pela primeira vez o “seu” Benfica, em futsal, e marcou os três golos com que o Movistar derrotou a turma da Luz. No final, o virtuoso futsalista português não deixou de referir que ter jogado no máximo foi a melhor forma de respeitar o rival. E até verteu uma lágrima (de modo sentido). Acho que alguns adeptos do Fluminense vão refletir e sentir que estão a ser injustos. Mas isso acontece em todos os clubes.

R10 tem sido muito criticado nesta nova passagem pelo Brasileirão Fonte: Facebook do Ronaldinho
R10 tem sido muito criticado nesta nova passagem pelo Brasileirão
Fonte: Facebook do Ronaldinho

Ah! Só mais uma coisa: Ronaldinho já não tem 20 anos. Isto significa, obviamente, que a energia também não é a mesma. A experiência é maior. Mas de nada vale esta se não for acompanhada pela primeira.
R10 foi talvez a maior figura do futebol brasileiro neste novo milénio (excluindo os ainda pertencentes aos anos 90, Ronaldo Nazário, Rivaldo e Romário, e um pouco à frente de Kaká). Foi Campeão do Mundo, venceu tudo o que havia a vencer. Até tanto quanto sei é uma boa pessoa. Não tem de provar nada. Mas, se dúvidas houvesse, aqui fica o saldo de Gaúcho contra as ex-equipas. Até para a semana!

30/07/2011
Flamengo 2 x 0 Grêmio (vitória) – um golo de Ronaldinho
30/10/2011
Grêmio 4 x 2 Flamengo (derrota)
01º/07/2012
Grêmio 0 x 1 Atlético-MG (vitória)
23/09/2012
Atlético-MG 0 x 0 Grêmio (empate)
26/09/2012
Flamengo 2 x 1 Atlético-MG (derrota)
31/10/2012
Atlético-MG 1 x 1 Flamengo (empate)
09/06/2013
Atlético-MG 2 x 0 Grêmio (vitória) – dois golos de Ronaldinho
15/09/2013
Grêmio 0 x 1 Atlético-MG (vitória)
27/04/2014
Grêmio 2 x 1 Atlético-MG (derrota)
31/07/2015
Fluminense 1 x 0 Grêmio (vitória)
30/08/2015
Fluminense 1 x Atlético MG 2 (derrota)

Foto de capa: Facebook do Ronaldinho

Comentários