Anterior1 de 3Próximo

A Liga dos Campeões está de volta, e com um final de loucos em San Siro! O Inter de Milão recebeu e venceu o Tottenham por 2-1 na primeira jornada da maior prova europeia de clubes, onde os italianos não marcavam presença há seis anos. O clube orientado por Luciano Spalletti regressa assim com uma vitória a uma competição que já venceu por três vezes, a última delas sob o comando de José Mourinho.

Os milaneses entraram melhor na partida, com um meio-campo bastante pressionante sobre a defesa do Tottenham, mas a primeira grande oportunidade do encontro coube aos ingleses: 13 minutos decorridos, livre para o especialista Eriksen e grande defesa de Handanovič.

Até ao final do primeiro tempo, foram os londrinos que estiveram mais próximos do golo: aos 37 minutos, Harry Kane trabalhou bem sobre o guarda-redes esloveno, mas não conseguiu finalizar com sucesso.

Na segunda parte, o Tottenham acabaria por inaugurar o marcador: Eriksen voltou a testar os reflexos de Handanovič, que novamente não deixou a bola entrar; no ressalto, o esférico sobrou para os pés do dinamarquês, que disparou imediatamente à baliza, desta vez sem hipóteses para o guardião do Inter. Estava feito o 1-0 em Milão, aos 53 minutos. Os visitantes sorriam.

Handanovič (Inter) foi uma das figuras do encontro
Fonte: UEFA
Anúncio Publicitário

Entre os 56 e os 68 minutos, o argentino Lamela teve três ocasiões para marcar, mas não foi capaz de ampliar a vantagem para os Spurs. O conjunto de Mauricio Pochettino ia-se superiorizando sobre a equipa da casa.

Já perto do apito final, quando o placard registava 86 minutos de jogo, o Inter chegou ao empate: cruzamento de Asamoah para a entrada da área, e Icardi, com um pontapé espetacular, atirou certeiro para o fundo das redes. A igualdade estava restabelecida, e os homens de Milão respiravam de alívio.

E quando parecia não haver tempo para mais, o San Siro foi abaixo: canto para Candreva, de Vrij a ganhar de cabeça e Vecino, também ele de cabeça, a fazer o segundo para o Inter. Estava consumada a reviravolta, com os três pontos a ficarem em Itália. No outro jogo do grupo B, o FC Barcelona derrotou o PSV Eindhoven por 4-0, relegando o Inter para a segunda posição da tabela, apesar da igualdade pontual.

 

ONZES INICIAIS:

FC Internazionale Milão: Handanovič, Škriniar, De Vrij, Miranda, Asamoah; Vecino, Brozović, Politano (Keita 72’), Nainggolan (Valero 89’), Perišić (Candreva 64’); Icardi.

Tottenham HFC: Vorm, Aurier, Sanchez, Vertonghen, Davies; Dier, Dembele, Eriksen, Lamela (Winks 72’); Son (Lucas 64’), Kane (Rose 90’).

Anterior1 de 3Próximo

Comentários

Artigo anteriorSerá o Watford o novo Leicester?
Próximo artigoCervi vs Zivkovic: um duelo de pequenos Titãs
O João é estudante de Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Herdou do avô o amor pelo Benfica e o gosto pela escrita. Pelo meio, encontrou a sua doença: o futebol. Apesar de ser presença assídua na Luz, a leitura que faz do jogo sempre o afastou de clubites agudas. Fora de portas, é simpatizante do Real Madrid e do AC Milan. Tem como maiores ídolos Cristiano Ronaldo e Pablo Aimar. Também não desgosta do Éder.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.