Anterior1 de 4Próximo

Cabeçalho Futebol Internacional

Chegou aquela altura do ano. Aquela que mexe com a barriga de todos os adeptos de futebol. Como é hábito, com a chegada dos primeiros dias de calor, vem, também, o frenesim à volta da ‘bola’. O tempo das decisões começa a chegar, um pouco por toda a Europa, e o mundo pára.

Não pára durante o tempo todo, claro. Pára, sobretudo, às terças e quartas, durante 90 (ou 120) minutos + tempos de intervalo e descontos a partir das 19h45 de Lisboa, 20h45 de Madrid, 23h45 de Abu Dabi, 4h45 de Tóquio, 15h45 do Rio de Janeiro ou 12h45 de Los Angeles.

Por estes dias, a ‘hora de Champions’ está presente na rotina de todos os adeptos de futebol. Não só pelo cartaz que  é servido nos quartos-de-final que se avizinham, com uma reedição de uma final (Barcelona – Juventus), um confronto de titãs (Bayern Munique – Real Madrid), uma nova oportunidade para sonhar (Leicester – Atlético de Madrid) e um previsível festival de golos e bom futebol (Dortmund- Mónaco), mas também pela magia inerente a esta fase da competição.

Falcao protagonizou um dos momentos mágicos da eliminatória entre City e Monaco Fonte: SkySports
Falcao protagonizou um dos momentos mágicos da eliminatória entre City e Monaco
Fonte: SkySports

Uma magia sucessivamente herdada de edições passadas, e que exige ser revisitada, nesta altura do ano (e não só) por todos os momentos que nos foram proporcionados. Momentos, esses, que ficam cada vez mais difíceis de quantificar. Mas que, pelo seu impacto merecem ser analisados de todos os prismas, incluindo o dos números. Os números de que nós, adeptos de futebol, tanto gostamos. Os números que fixam recordes e assinalam a história.

Assim, chegada a altura dos quartos-de-final da ‘Champions’, fazemos uma espécie de inventário deste período na era Champions (ou seja, desde 1992/93, não incluindo esta edição, nem as duas subsequentes por não terem tido quartos-de-final). Decidimos ir à história, e trouxemos muitos números para partilhar. De jogadores, a equipas, passando por países, aqui fica o nosso modesto contributo para a comunidade futebolística e… jornalística.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários