internacional cabeçalho

O Bola na Rede inicia hoje a rubrica ‘Portugueses na Champions’ com um apanhado da participação dos portugueses na Liga dos Campeões, a principal prova da Europa. Nesta lista de destaques não estão incluídos elementos de equipas do nosso campeonato.

 Jogadores:

Cristiano Ronaldo (8) – O português voltou a estar em grande na liga milionária. Contudo, o facto de 2 dos 3 golos terem sido através de grandes penalidades tira algum brilhantismo à exibição do madeirense. (Real Madrid)

Pepe (5) – O luso-brasileiro não começou o jogo no 11 titular e só entrou no começo da segunda parte, mas a verdade é que não comprometeu e a defesa madrilena terminou o jogo sem sofrer golos. (Real Madrid)

Anúncio Publicitário

Tiago (6) – Apesar dos 34 anos, Tiago parece continuar a ser aposta forte de Diego Simeone. O internacional português, que foi titular e jogou os 90 minutos, apresentou sempre um nível bastante aceitável. (Atlético de Madrid)

Danny (6) – O português, capitão de equipa do Zenit, continua a merecer a total confiança de André Vilas Boas. Foi titular e jogou os 90 minutos numa importante vitória da equipa russa frente ao Valência. (Zenit)

Luis Neto (4) – O antigo jogador do Nacional da Madeira saltou do banco para ajudar a segurar a vitória, no entanto, parece ainda não se ter conseguido impor no plantel russo. (Zenit)

André Gomes (7) – Apesar da derrota dos comandados de Nuno Espírito Santo, o ex-Benfica entrou na segunda parte e marcou o golo que na altura colocava o resultado num 2-2; Excelente exibição de André Gomes. (Valência)

João Cancelo (6) – Como é habitual, o internacional sub-21 português esteve sempre melhor a atacar do que a defender, contudo, estreou-se a marcar na liga milionária e teve uma prestação bastante aceitável. (Valência)

Anthony Lopes (5) – O resultado mancha um pouco a estreia do guarda redes português na Liga dos Campeões (empate a uma bola frente ao Gent). Uma exibição nada de espetacular, mas sem comprometer. (Lyon)

Hernâni (3) – Curiosamente, Hernâni tinha-se estreado na Liga dos Campeões pelo Futebol Clube do Porto frente ao Bayern de Munique, mas as memórias são certamente melhores do que as de jogo desta quarta-feira. (Olympiacos)

Antunes (5) –Jogou os 90 minutos e o resultado até pode nem ter sido mau de todo, mas o Dínamo sofreu 2 golos e por isso atribuo nota 5 a Antunes. (Dínamo Kiev)

Miguel Veloso (6) –A idade parece não contar para Miguel Veloso, só foi substituído aos 86 minutos e é, sem margem para dúvidas, uma peça fulcral na equipa ucraniana. (Dínamo Kiev)

Eduardo (7) – O internacional português foi titular e a vitória frente ao Arsenal terminou um jejum de 16 anos do Dínamo de Zagreb sem vencer na fase de grupos da liga dos campeões. (Dínamo Zagreb)

Ivo Pinto (7)  – Outro dos 3 portugueses que foram titulares na vitória do Dínamo frente ao Arsenal. Uma exibição sem falhas contribuindo, assim, para a vitória do coletivo. (Dínamo Zagreb)

Paulo Machado (7) – Passados alguns problemas na fase inicial da temporada, Paulo Machado foi titular e afirma-se como uma das peças fundamentais na manobra ofensiva do Dínamo. (Dínamo Zagreb)

 Treinadores:

Marco Silva (3) – Aguentou até pouco depois do intervalo, mas a verdade é que se esperava algo mais da equipa grega orientada por Marco Silva. (Olympiacos) 

José Mourinho (6) – Vive tempos bastante difíceis, José Mourinho. A vitória de ontem por 4-0 vai ajudar a acalmar os ânimos Londrinos. (Chelsea)

Nuno Espírito Santo (4) – Não vencer em casa numa competição como a Liga dos Campeões e sobretudo com um adversário direto na luta pelo playoff pode colocar em causa as aspirações do Valência na liga dos campeões. (Valência)

André Vilas Boas (8) – Os rumores que ditavam a saída do anterior treinador do Futebol Clube do Porto perderam, certamente, força com a vitória de ontem. O treinador português não podia ter pedido melhor começo da liga milionária. (Zenit)

Jogador da Jornada: Cristiano Ronaldo

Treinador da Jornada: André Vilas Boas

Ausentes: Beto e Daniel Carriço, no Sevilha; Vieirinha, no Wolfsburgo; Rúben Vezo, no Valência e Gonçalo Santos, no Dínamo de Zagreb.

Foto de Capa: UEFA Champions League