Começando pelas equipas portuguesas. O Benfica ficou no grupo A, juntamente com o Manchester United, o Basel e o CSKA Moscovo. Olhando a isto, parece-me que o campeão português tem boas hipóteses de seguir em frente na prova, num grupo em que o favoritismo está, claramente, do lado do Manchester United e do clube benfiquista. No entanto, isso não impede que Basel e CSKA tenham de ser encarados com seriedade, pois qualquer um deles pode surpreender e garantir um lugar nos oitavos de final.

O Benfica defrontará o Manchester United, o Basel e o CSKA no grupo A Fonte: SL Benfica
O Benfica defrontará o Manchester United, o Basel e o CSKA no grupo A
Fonte: SL Benfica

Já o grupo do FC Porto parece ser o mais equilibrado do sorteio. Ao lado de AS Mónaco, Besiktas e RB Leipzig, o emblema portista também tem boas hipóteses de se apurar para a fase a eliminar, mas o mesmo acontece com os outros clubes. Mónaco e Besiktas são campeões dos seus clubes e o Leipzig foi segundo classificado na Alemanha, à frente do Borussia Dortmund, e esteve muitas jornadas no primeiro posto da classificação. Tudo pode acontecer neste grupo e não me parece que haja favoritos a passar aos oitavos.

O FC Porto terá pela frente o Mónaco, o Besiktas e o RB Leipzig num dos grupos mais equilibrados da prova Fonte: FC Porto
O FC Porto terá pela frente o Mónaco, o Besiktas e o RB Leipzig, num dos grupos mais equilibrados da prova
Fonte: FC Porto

Destaque para os regressos de Quaresma, Pepe, João Moutinho e Falcão ao Dragão nos jogos frente ao turcos e aos monegascos, que serão um atrativo extra para estes encontros.

Por fim, o Sporting, cuja sorte não foi a mesma do que a de Benfica e FC Porto, vai ter de defrontar dois gigantes do Futebol europeu. No grupo D, terá pela frente Juventus e FC Barcelona, teoricamente muito mais fortes do que o emblema leonino, e o Olympiacos, que também não será um adversário fácil. À partida, aquilo que faz parecer é que o máximo a que os leões poderão aspirar na fase de grupos será o terceiro lugar do grupo, de maneira a ainda participar na Liga Europa. No entanto, o Olympiacos também lutará por esse lugar e, por isso, não se prevê uma fase de grupos nada fácil para o Sporting, que apenas com uma enorme surpresa passará aos oitavos de final.

Com menos sorte, o Sporting jogará frente à Juventus, ao Barcelona e ao Olympiacos Fonte: UEFA
Com menos sorte, o Sporting jogará frente à Juventus, ao Barcelona e ao Olympiacos
Fonte: Sporting CP

Olhando aos grupos restantes, aquele que pode ser considerado o grupo “da morte” é o grupo H, onde estão o campeão europeu Real Madrid, o Borussia Dortmund, o Tottenham e o APOEL. Apesar disso, todos os grupos parecem ser bastante equilibrados e há outros que também poderiam ser considerados “da morte”, como, por exemplo, o do Sporting ou o grupo B, onde estão Bayern Munique, PSG, Anderlecht e Celtic, ou o do Chelsea, Atlético Madrid, Roma e Qarabag.

Anúncio Publicitário
O Real Madrid, campeão em título, está inserido no grupo “da morte” juntamente com Dortmund, Tottenham e APOEL. Fonte: Real Madrid CF
O Real Madrid, campeão em título, está inserido no grupo “da morte” juntamente com Dortmund, Tottenham e APOEL.
Fonte: Real Madrid CF

Quanto aos grupos teoricamente menos fortes, podemos olhar para o E e F. O grupo E é composto por Spartak Moskva, Sevilla, Liverpool e Maribor e o F por Shakhtar Donetsk, Manchester City, Napoli, Feyernoord.

Ainda no evento onde foi realizado o sorteio foram atribuídos os prémios da UEFA. O melhor jogador da época foi Cristiano Ronaldo, numa atribuição bastante justa e que faz prever a sua vitória na Bola de Ouro, assim como a atribuição também a Ronaldo do prémio de melhor avançado. O melhor guarda-redes foi Buffon da Juventus. Sergio Ramos foi o melhor defesa e Modric o melhor médio, mostrando o domínio do Real Madrid nestes prémios da UEFA.

Estão, por isso, lançados os grupos da Liga dos Campeões 2017/2018. Comecem, por isso, os jogos em campo, que só acabarão em Kiev, onde vai ser disputada a final. Esperamos, como é claro, que as equipas portuguesas cheguem o mais longe possível na competição e que, se possível, duas delas possam chegar à final. É complicado, claro, mas sonhar não custa. Que se inicie, então, a melhor prova de clubes do Mundo.

Foto de capa: UEFA

Artigo revisto por: Ana Rita Cristóvão