cab la liga espanha

A imprensa espanhola noticiou uma nova regra imposta na Real Madrid TV: não filmar a careca de Florentino Pérez. O Presidente do Real Madrid C.F. já conta 68 primaveras, 12 das quais no atual cargo (divididos por dois períodos), pelo que a sua calvície deveria ser encarada de forma natural. No entanto, sabe-se que no Real a imagem conta muito. Aliás, por vezes, parece que a imagem é mesmo tudo o que conta e, por isso, Florentino não quer ficar mal na fotografia.

Sendo assim, prevejo que a próxima medida de Florentino seja a de proibir a transmissão de conteúdos relacionados com a Taça do Rei. É que o Real foi afastado da competição por entrar em campo com um jogador (Cheryshev) que estava castigado. Apesar de Florentino ter feito uma conferência de imprensa a explicar que ninguém avisou o clube e, portanto, ninguém tem responsabilidades, o melhor é que os madridistas não pensem muito nisso, não vá algum descobrir que os dirigentes do seu clube cometem erros que seriam inaceitáveis até a um nível amador. Isso não pode ser, que Florentino não quer que lhe “descubram a careca”.

A seguir, vai proibir que passem imagens de Rafa Benítez. A imagem do treinador espanhol não é a melhor, tanto que se diz que o clube lhe pediu para ter algum cuidado com a linha, mas a principal razão nem será essa. É que, vendo o treinador espanhol a transpirar no banco, algum madridista poder-se-á lembrar de que a escolha do treinador foi muito mal feita. Mas há que evitar isso a todo o custo, que Florentino não quer que lhe “descubram a careca”.

Florentino cumprimenta Sérgio Ramos; Fonte: Facebook Oficial do Real Madrid
Florentino cumprimenta Sérgio Ramos;
Fonte: Facebook Oficial do Real Madrid

O problema é que o mundo não é só aquilo que passa na Real Madrid TV, e os erros na gestão desportiva do clube em alguns casos são tão evidentes que os adeptos, além de pedirem a cabeça do treinador, começam também a questionar a gestão de Florentino. O desfecho para a crise em que está mergulhado o Real Madrid já é previsível por esta altura: no máximo até ao final da temporada, Benítez vai ser demitido e vai ser substituído por Zidane. O antigo Bola de Ouro, que treina atualmente o Castilla, era adjunto de Ancelotti quando o clube venceu a décima Liga dos Campeões da sua história, há dois anos, e é bem visto por todos os madridistas (quer adeptos, quer jogadores). Se é bom treinador ou não, ninguém sabe ainda, mas, pelo menos, tem carisma e boa imagem, que parece ser o mais importante no Real Madrid.

Parece, então, que é em Zidane que reside a grande esperança de Florentino para salvar o seu projeto. Uma coisa é certa: Zidane tem muita experiência a lidar com a calvície.

Comentários