Atualização do mercado da Premier League: Semana 6

Fonte: Manchester City

Chegou ao fim mais uma janela de transferências em Inglaterra, pontuada pelos muitos negócios internos e de valores avultados, coincidindo com o início do campeonato – prática que devia ser adotada pelas mais diversas ligas espalhadas por essa Europa fora.

Desde a última atualização de mercado elaborada pelo Bola na Rede, três dias mais ou menos agitados distaram do último dia de mercado e, como é nosso apanágio, destacaremos aquelas que considerámos terem sido as transferências mais relevantes.

O Manchester City FC associou-se à Juventus FC para concretizar aquele que era tido como um dos negócios mais aguardados do verão: o português João Cancelo volta a encontrar o amigo e colega de formação Bernardo Silva a troco de 65 M€ e poderá ser aposta para as duas laterais dos citizens; já Danilo seguiu o percurso inverso e terá oportunidade de voltar a jogar com Cristiano Ronaldo, numa aquisição que custou 37 M€ aos cofres da Vecchia Signora.

Pelos lados de Merseyside, Liverpool FC e Everton FC aproveitaram os últimos dias para arrumar a casa. O lugar de Mignolet, que deixou Liverpool rumo ao Club Brugge por 7 M€, foi ocupado por Adrián, que chegou a custo zero do West Ham e que, entretanto, já se estreou, por força do infortúnio de Alisson. Já a turma de Marco Silva fechou as laterais defensivas e ofensivas e, quase de uma assentada, assegurou a contratação de Djibril Sidibé ao AS Mónaco por empréstimo (2,5 M€) e de Alex Iwobi ao FC Arsenal por 30,4 M€.

Por falar no Arsenal, os gunners dispararam na direção do rival de Londres e atingiram David Luiz: o defesa juntou-se à turma de Emery por 8,70 M€; Jenkinson (2,2 M€) e Welbeck (custo 0) deixaram os Emirates rumo a Nottingham Forest e FC Watford, respetivamente. Nota ainda para a venda do capitão francês Laurent Koscielny, que depois de se ter recusado a viajar com a equipa, saiu de forma inglória para o FCG Bordéus por 5 M€.

Ainda por Londres, a debandada do Chelsea continuou: a par do ex-Benfica, Gary Cahill rumou ao Crystal Palace (fim de contrato) e Drinkwater ao FC Burnley, por empréstimo.

No que respeita aos outros teóricos candidatos, o Manchester United viu consumada a transferência de Romelu Lukaku para o Inter de Milão por 65 M€ e o Tottenham garantiu, finalmente o médio há tanto tempo pretendido: Giovani Lo Celso (16 M€ pelo empréstimo do argentino); Ryan Sessegnon, jovem estrela inglesa que havia sido ofuscada pelo mau desempenho do FC Fulham na última época, foi o último reforço dos Spurs para esta temporada.

O West Ham United viu sair Andy Carroll para Newcastle e recebeu o “canterano” boavisteiro Gonçalo Cardoso, numa transferência que rendeu 3 M€ aos cofres do clube do Porto.

Ismaïla Sarr (30 M€) do FC Rennes para o Watford FC, e Dannis Praet (21 M€), da Sampdoria para o Leicester City FC, fecham o lote de contratações sonantes que os últimos dias de mercado em Inglaterra encerraram.

Artigo redigido por: Miguel Ferreira de Araújo

Comentários