Anterior1 de 5Próximo

Atualização do mercado da La Liga

Fonte: Atlético Madrid

No campeonato espanhol assistimos a uma semana muito agitada, mas onde o destaque recaiu (uma vez mais) sobre o Atlético de Madrid, com os “rojiblancos” a oficializarem mais dois reforços para o ataque à nova época: Kieran Trippier, lateral direito inglês oriundo do Tottenham, por um valor de 22 milhões de euros, e Mario Hermoso, defesa central que atuava no Espanhol, custando 25 milhões aos cofres dos “madrileños”. Também o Sevilha se reforçou, recorrendo para isso ao vice-campeão português, o FC Porto, recrutando o médio criativo Oliver Torres por 12 milhões de euros. O Granada enviou também representantes a território luso, mas desta feita a Lisboa, onde fecharam a contratação de Domingos Duarte junto do Sporting, por 3 milhões de euros.

Num negócio interno, o Valência assegurou os serviços de Maxi Gomez, perante concorrência inglesa, mas para tal foi necessário enviar Santi Mina para o Celta de Vigo, bem como 14 milhões e meio de euros. Já o campeão Barcelona exerceu a opção de resgate que detinha sobre o jovem lateral esquerdo Martin Cucurella, pagando quatro milhões de euros ao Eibar e evitando perder mais uma pérola naquela posição, como aconteceu há anos atrás com Grimaldo.

Quanto a rumores, o principal continua a envolver Neymar e aquela que parece ser (novamente) uma novela interminável, sendo o astro brasileiro apontado constantemente ora a um regresso a Barcelona, ora a uma ida para o Real Madrid. O rumor relativo aos “blancos” ganhou força após Zinedine Zidane afirmar que o melhor para o clube era a saída de Gareth Bale, equacionando-se pela imprensa uma troca entre Madrid e Paris.

Quem poderá também estar a “esfregar as mãos” é o técnico português Jorge Jesus, que ouviu (com certeza com satisfação) Filipe Luís revelar, após a despedida formal do Atlético de Madrid, que está em negociações avançadas com o Flamengo. Por fim, especula-se que os futuros de Isco e James Rodriguez no Real Madrid dependem um do outro: caso Isco deixe o clube, James poderá ter oportunidade de permanecer no plantel, mas se Isco ficar, será James a ter de procurar novo clube, estando o Nápoles na “pole position” para essa corrida pelo colombiano.

Artigo redigido por Alexandre Candeias

Anterior1 de 5Próximo

Comentários