Manchester City FC, FC Barcelona, Real Madrid CF e Arsenal FC são alguns dos emblemas que têm mantido esta promessa do futebol espanhol debaixo de olho. Com raízes oriundas da República Dominicana, Junior Firpo é uma das peças que merece a confiança de Quique Setién no Real Bétis Balompié e uma das apostas da selecção sub-21 de Espanha.

Joga no corredor esquerdo, mas também tem capacidades notáveis em terrenos interiores. Ainda no ano passado estava na equipa B verdiblanca. Há muita mão do treinador espanhol aqui: quando implementou o sistema táctico no Bétis, Junior Firpo tornou-se essencial, tanto na largura que oferece ao trio de centrais, como no apoio que dá aos avançados.

Esta temporada, Junior só não jogou contra o CD Leganés, num jogo a contar para a sétima jornada da La Liga. Marcou o golo inaugural da vitória do Real Bétis em Camp Nou, por 3-4, contra o Barcelona e fez a assistência para o tento da vitória, marcado por Sergio Canales.

O jornal El País conta uma história deliciosa sobre o início de carreira de Junior Firpo. Era um rapaz tímido e os pais, trabalhadores muito ocupados na área da hotelaria, decidiram colocá-lo a jogar futebol no Atlético Benamiel FC aos seis anos, com o objectivo de se inserir na sociedade andaluza. Mas, aparentemente, não gostava deste jogo. Nos primeiros anos chegava a chorar por não gostar do desporto.

Já no escalão juvenil, Junior Firpo foi jogar para o CD Puerto Malagueño, em Málaga. Aí conheceu o seu melhor amigo Francis, com quem aumentou o rendimento para seguirem, mais tarde, para o Benito Villamarín, a casa do Real Bétis. Ambos foram admirados pelos observadores do atual clube pelas suas capacidades físicas.

Junior era avançado, mas foi encostado à faixa porque não gostava de ver os seus alas estáticos. Rapidamente viram um “diamante em bruto”, refere o jornal espanhol, pois subia e descia no terreno constantemente. Há poucos jogadores assim e Pep Guardiola já lhe deve estar a piscar o olho. A cláusula de rescisão de Firpo está fixada nos 50 milhões de euros, com contrato até 2023.

No entanto, é necessário dar tempo ao jogador. Está a desenvolver-se, tal como a equipa onde joga, para jogar bom futebol. Ainda assim, entende-se o interesse do Manchester City em tentar apaziguar o falhanço que tem sido a contratação do bem disposto pelas redes sociais, Benjamin Mendy.

Foto de Capa: Real Bétis Balompié

Comentários