cab la liga espanha

O início da época 2015/16 para o Real Madrid teve como principal marco a saída do guarda-redes Iker Casillas, por muitos adeptos idolatrado e por outros contestado, que havia defendido a baliza merengue nos últimos 16 anos. Com a sua transferência, tudo apontava para a aquisição do espanhol David de Gea ao Manchester United, porém um atraso de última hora impossibilitou tal situação. A baliza blanca aparentava assim estar sem dono… contudo a solução estava já no plantel, o costa-riquenho Keylor Navas.

Navas esteve para sair do clube rumo a Inglaterra, para fazer a vez de De Gea em Manchester, no entanto, com a falha na transferência, acabou por ficar e certo é que o técnico Rafa Benítez não ficou, de todo, mal servido. Chamado à titularidade desde o início da temporada e com seis jornadas disputadas na Liga Espanhola até ao momento, o guardião de 28 anos tem realizado excelentes exibições e defesas, que têm certamente valido pontos ao conjunto blanco. Tal tem sido a preponderância de Keylor Navas para o êxito merengue que apenas consentiu um golo nas seis partidas disputadas para o campeonato, o que faz do Real Madrid a defesa menos batida. Além disso, conseguiu ainda manter a baliza intacta nos dois compromissos referentes à Liga dos Campeões (ante o Malmo e o Shakhtar Donetsk).

Apenas um golo consentido em seis jogos… é este o excelente registo de Navas na liga Fonte: Facebook de Keylor Navas
Apenas um golo consentido em seis jogos… é este o excelente registo de Navas na liga
Fonte: Facebook de Keylor Navas

De facto, o costa-riquenho ficou a apenas quatro minutos de bater o recorde do espanhol Miguel Ángel, que na época 1975/76 de La Liga, enquanto defendia as cores do Real Madrid, ficou 431 minutos sem sofrer qualquer golo a contar para o campeonato, meta que Navas não conseguiu superar, por um escasso período de minutos, graças ao golo sofrido diante do Athletic Bilbao na última jornada.

Internacional por 63 vezes pela Costa Rica, Navas chegou ao Real Madrid a troco de 10 milhões de euros pagos ao Levante, após assinar uma excelente campanha no Mundial 2014, no qual chegou com a sua seleção aos quartos-de-final e foi considerado o melhor guarda-redes da prova. A primeira época não lhe correu de feição, pois viveu-a na sombra de Casillas e apenas realizou 11 jogos, quase tantos como os que já leva até então em 2015/16.

Anúncio Publicitário

Tem sido bem visível que com Rafa Benítez ao leme, o Real Madrid é, nos dias que correm, uma equipa com melhores índices defensivos do que no transato, demonstrando uma evidente consistência no que concerne ao processo de defender. Ainda assim, o perigo também tem rondado a baliza blanca durante os vários jogos, com Keylor Navas a ser o principal destaque da equipa neste capítulo, com defesas capazes de levantar os adeptos nas bancadas e exibições de primordial importância para as aspirações da turma da capital espanhola.

Muitos eram os aficionados do desporto-rei que acreditavam que Keylor Navas não tinha o perfil que era necessário para ser o guarda-redes titular de um dos maiores colossos do mundo de futebol, mas este tem provado que aqueles que pretendiam a sua saída do Real Madrid estavam completamente equivocados. O guardião costa-riquenho é agora figura de proa indiscutível nas escolhas de Rafa Benítez e tem vindo a confirmar estar à altura do desafio que é substituir uma lenda viva do Real Madrid como Casillas, na baliza merengue. Com a temporada ainda em fase inicial, as exibições de Navas têm sido como uma autêntica “chapada de luva blanca” para os que duvidavam da sua qualidade.

Foto de capa: Facebook de Keylor Navas

Comentários