Cabeçalho Liga Espanhola

Caro leitor, a partir de que momento é que começou a acreditar que o Leicester pode mesmo vencer a Liga Inglesa? Em que jogo é que começou a considerar que José Mourinho é um treinador defensivo? Em que dia se apercebeu de que aquele grande Real Madrid de Ancelotti iria acabar a época de rastos?

Gerard Piqué é bom a avaliar esses pontos de viragem. Na época passada, o Real Madrid venceu todos os seus jogos entre 16 de setembro e 4 de janeiro, estabelecendo um recorde de 22 vitórias consecutivas, em que marcou 80 golos e sofreu dez, e parecia embalado para vencer o campeonato. Mas, daí até ao final da época, foi eliminado da Taça do Rei pelo Atlético de Madrid, foi eliminado da Liga dos Campeões pela Juventus e foi ultrapassado pelo Barcelona no campeonato. Qual terá sido o momento decisivo para a má época do Real? Piqué identificou-o.

Na festa de final de época, em frente às três taças então conquistadas (Campeonato, Taça e Liga dos Campeões), Piqué pegou no microfone e, depois de agradecer a todos os culés – adeptos, jogadores e dirigentes –, fez um agradecimento especial: “A Kevin Roldán, contigo empezó todo!”. Piqué referia-se ao dia 7 de fevereiro de 2015, quando o Real Madrid perdeu por 4-0 frente ao Atlético. Depois do jogo, Ronaldo foi filmado a celebrar o seu 30.º aniversário com o cantor Kevin Roldán, demasiado animado para quem acabava de ser goleado pelo grande rival da cidade. Aí começou a queda do Real Madrid, segundo Piqué, que tornou aquela frase famosa.

Piqué fala aos adeptos Fonte: FC Barcelona
Piqué fala aos adeptos
Fonte: FC Barcelona

Este ano, mais uma vez, Piqué pode ter identificado o momento chave da temporada. Foi o golo de Ronaldo no Camp Nou, no dia 2 de abril. Aquele golo valeu mais do que simples três pontos. O Real Madrid, em vez de ficar a 13, como aconteceria em caso de derrota, ficou a sete pontos da liderança, mas, mais importante do que isso, abalou o Barcelona. Foi um golpe inesperado que criou dúvidas na Catalunha e entusiasmou Madrid. Piqué percebeu logo a importância daquela derrota e revelou a sua preocupação na flash-interview: “Faltam dois meses de competição e estamos numa posição privilegiada. Que não caiamos num mau momento, porque estamos numa posição única e temos de seguir em frente.”

Anúncio Publicitário

Ora, como sabemos hoje, passadas apenas três semanas, Piqué tinha razões para estar preocupado. Até àquela derrota, o Barcelona vinha de uma série de 39 jogos sem perder. Agora, soma quatro derrotas nos últimos cinco jogos, três no campeonato e uma na Liga dos Campeões. O Real Madrid já está a apenas um ponto de distância e o Atlético, sempre discreto e pensando “jogo a jogo”, como Diego Simeone repete todas as semanas, já está em igualdade pontual.

O Barcelona continua a ser o líder e tem a vantagem de já não estar na Liga dos Campeões, mas o campeonato está relançado e é caso para dizer: “Ronaldo, contigo empezó todo!”

Foto de capa: Real Madrid CF

Comentários