O Unión Deportiva de Las Palmas, clube da ilha de Gran Canaria que milita na Liga Adelante, está a um passo de conseguir a qualificação para disputar o play-off de acesso à subida a Liga BBVA.

O clube, fundado em Agosto de 1949 como resultado da fusão de cinco clubes locais, é um dos históricos da primeira divisão, com trinta e uma presenças (tendo terminado no top 5 por quatro ocasiões), já finalista da Taça do Rei uma vez e semi-finalista da prova em duas ocasiões. Até 1990, ano em que até contou nas suas fileiras com o actual treinador do FC Porto, Julen Lopetegui (na altura emprestado pelo Real Madrid), o clube apenas havia passado uma dezena de vezes pela segunda divisão. De resto, viveu a sua época dourada na década que correspondeu ao período de 1968-1978, onde alcançou os maiores feitos. Depois dos anos 90, o clube desceu à divisisão secundária e entrou numa espiral negativa que o levou inclusivé à segunda divião B por onde andou vários anos, com um pequeno interregno entre 2000-2002 em que voltou fugazmente à primeira divisão. 

Durante a última década o Las Palmas tem tentado conseguir impôr-se na segunda divisão para tentar o aceso, directamente ou via play-off, à primeira divisão, mas a falta de orçamento e de um plantel consequentemente forte e experiente têm dificultado bastante a tarefa. No último ano, o clube, que até contava com bons valores, como Vitolo (hoje no Sevilha) ou Thievy (emprestado pelo Espanhol e hoje no West Bromwich), conseguiu a 6ª posição, o que lhe possibilitou o acesso ao play-off, mas foi eliminado imediatamente.

Aos 38 anos, Valerón pode levar o Las Palmas ao topo do futebol espanhol  Fonte: defensacentral.com
Aos 38 anos, Valerón pode levar o Las Palmas ao topo do futebol espanhol
Fonte: defensacentral.com

Porém, este ano o clube conta com um trunfo importante. Um trunfo de categoria e experiência: Juan Carlos Valerón. Valerón foi formado nas camadas jovens do clube canário, onde começou naturalmente a dar nas vistas pela sua enorme qualidade de passe e organização. Em 1996 estreou-se na segunda divisão com o Las Palmas, depois de ter ajudado o clube a subir da segunda divisão B, e dividiu o balneário com Turu Flores e Manuel Pablo, que posteriormente viria a ser seu companheiro no Deportivo. Aos 21 anos chegou à primeira divisão defendendo as cores do Mallorca e no ano seguinte, depois de uma assombrosa temporada, transferiu-se para o Atlético de Madrid, onde passou duas temporadas. A partir daí jogou treze épocas no Deportivo, vencendo uma Copa do Rey e duas Supercopas de España e chegando a uma meia-final da Champions League. Pelo meio, 46 presenças e 5 golos na seleção espanhola.

Dezasseis anos depois, o filho pródigo voltou a casa. Actualmente com 38 anos, tem sido com ele que o clube tem conseguido alcançar os resultados esperados. Em 40 jornadas jogou em 39 jogos, tendo sido titular em 35 deles. Todo o futebol do Las Palmas é pensado, pautado e distribuído por Valerón, que, embora não contando com a velocidade de outros tempos, continua a ter a sua visão de jogo, a qualidade de último passe e a frieza bem vincadas. Depois de anos de juventude talentosa, será com a experiência de Juan Carlos Valerón que voltaremos a ver o clube insular na primeira divisão?

Comentários