cab la liga espanha

O sol brilha em Madrid! Desde segunda-feira, as nuvens que pairavam sobre o Bernabéu desapareceram juntamente com Benítez. Nos próximos tempos, o estádio vai voltar a encher, os adeptos vão deixar os lenços brancos em casa e vão trocar os assobios por cânticos de apoio. Os jogadores vão correr com mais vontade e talvez até seja possível ver o Ronaldo festejar um golo que não seja marcado por si.

Os adeptos passarão grande parte do tempo a olhar para a área técnica do banco de suplentes, as câmaras seguirão todos os movimentos do novo treinador e Florentino respirará aliviado na tribuna presidencial, que, enquanto os olhos estiverem postos na careca de Zidane, é menos provável que alguém repare na sua.

Há treinadores que deixam a vida muito complicada aos seus sucessores. Por exemplo, substituir Ferguson no Manchester United seria uma tarefa ingrata para qualquer treinador, mas, nesse aspeto, não há nada a apontar a Benítez. Fosse o Carlos Azenha a ser apresentado e os adeptos madridistas cantariam o seu nome em uníssono. Quando Benítez sai, qualquer tipo que lhe suceda será muito bem recebido por jogadores e adeptos. E se esse tipo tiver sido um génio que espalhou magia naquele mesmo estádio há uns anos atrás, a expectativa é maior ainda.

Zidane prepara-se para fazer o golo que daria a nona Liga dos Campeões ao Real Madrid Fonte: Real Madrid F. C.
Zidane prepara-se para fazer o golo que daria a nona Liga dos Campeões ao Real Madrid
Fonte: Real Madrid CF

No entanto, a verdade é que ninguém sabe o que vale Zidane enquanto treinador. A Real Madrid TV, esta semana, recuperou dois programas que fez com o francês, um em 2006, “Zidane: comienza el espectáculo”, e outro em 2013, “Zidane, elegancia blanca”. Elegância e classe são duas das palavras mais evocadas quando se lembra o novo treinador blanco. Mas todas essas memórias são do seu tempo de jogador, neste novo papel ainda não o conhecemos. Quer dizer, sabemos que fica elegante de fato (até nesse aspeto é fácil suceder a Benítez!), mas daí a conseguir pôr a equipa a jogar ao seu estilo vai uma grande distância.

Anúncio Publicitário

Será Zidane um novo Guardiola? É isso que esperam os adeptos do Real Madrid. Para já, estes primeiros meses deverão ser quase um mar de rosas. O calendário do próximo mês é acessível e qualquer percalço será justificado com a falta de tempo e com problemas herdados de Benítez. A Zidane não faltará apoio, quer dos adeptos, quer dos jogadores. Será só em 2016/17, com tempo para preparar a temporada, que perceberemos melhor as ideias do francês para a equipa.

Foto de Capa: Real Madrid CF