Anterior1 de 7Próximo

Cabeçalho Futebol Internacional

“O Ajax nem devia estar na Liga Europa”, disse José Mourinho após o duelo frente ao Crystal Palace no passado domingo, alegando que a prova devia ser exclusivamente disputada por clubes que a disputam desde o início, reprovando a integração dos que provém do 3º lugar da fase de grupos da Champions.

Não precisava de o dizer. Podia perfeitamente ficar-se pelos elogios que deu à equipa holandesa, mas deu essa alfinetada. Escolheu fazê-lo. Porque já sente o frenesim do aproximar da final de uma Liga Europa que quer, como demonstra estas declarações e não só, vencer.

Não se trata só do bónus da qualificação directa para a fase de grupos da Champions. Trata-se, também, do prestígio de um título europeu que o “seu” Manchester United ainda não tem na sua enorme sala de troféus e que a glória e o orgulho pessoal do Special One querem abarcar.

Tudo factores que desmentem a “secundarização” da Liga Europa. Porque em jogo está um dia inesquecível para qualquer clube. Ganhe ou perca. Em jogo está a conquista de uma prova cuja conquista atesta a competência do clube, dos seus representantes e, por inerência, a dos seus adeptos.

 

Final da Liga Europa já "aquece" Fonte: DailyMail
Final da Liga Europa já “aquece”
Fonte: DailyMail

Adeptos, esses, que nunca apagarão da memória cada momento de cada final disputada pelos seus clubes. Pergunte-se aos do Atlético de Madrid se alguma vez esqueceram os golos de Forlán diante do Fulham ou aos do Chelsea se não se recordam do cabeceamento de Ivanovic que deu a vitória sobre o SL Benfica ou aos do FC Porto, claro, se algum dia precisarão que lhe relembrem da cabeçada vitoriosa de Falcao diante do SC Braga.

Esses adeptos lembram-se de tudo o que aconteceu nessas finais. Das imagens, dos golos, dos treinadores, dos amarelos, dos vermelhos, das datas, dos àrbitros… enfim, dos números. E nós também. Seria injusto, porém, guardá-los só para nós. Por isso, apresentamo-vos os dados sobre as finais da Liga Europa (desde 2010, ano da primeira final).

Desde a forma como foi marcado cada golo, até aos recordes dos treinadores, passando pelos guarda-redes.

Sejam bem-vindos à Força dos Números.

Foto de capa: Zimbio.com

Anterior1 de 7Próximo

Comentários