ligue 1

O mercado de transferências do passado verão foi um dos mais entusiasmantes de sempre. Vimos um Manchester United de bolsos cheios e com vontade de se renovar, um Real Madrid a deixar sair duas grandes jóias da coroa e a contratar outras mais jovens, um Valência louco e um Liverpool com a ambição de voltar a fixar-se no topo da Premier League. Foi um mercado intenso e com mexidas surpreendentes. No entanto, esperávamos que clubes ricos como Manchester City, PSG ou Mónaco investissem mais. A verdade é que o fair-play financeiro veio admoestar estas equipas, que se vêem agora inibidas de gastar milhões descabidamente. O PSG é um desses casos.

Com uma equipa recheada de estrelas, esperava-se que o clube da capital francesa investisse em mais pérolas para se fixar entre os gigantes do futebol mundial. Houve algumas saídas e poucas entradas. As sonantes? Apenas uma: David Luiz. O central brasileiro de 27 anos mudou-se de Stamford Bridge para o Parque dos Príncipes por uma verba a rondar os 50 milhões de euros.

Agora, o PSG conta com uma recriação da dupla de centrais utilizada no último Mundial pela selecção canarinha e pode ainda prever a futura dupla de centrais, com o crescimento de uma grande promessa: Marquinhos. A verdade é simples, David Luiz não vale 50 milhões de euros e o arranque da Ligue 1 está a provar exactamente isso.

Quando José Mourinho voltou ao Chelsea, no início da época transata, David Luiz foi apontado como transferível. Mourinho afirmava que o central brasileiro não lhe dava confiança na zona mais recuada do campo. E é verdade. Apesar de ser um grande defesa central, David Luiz é muitas vezes imprudente dentro de campo. Arranca com a bola por ali fora e deixa um espaço vazio lá atrás que muitas vezes não consegue ser ocupado pelo médio defensivo, deixando assim a equipa descompensada.

David Luiz ainda tem de suar muito para provar os 50 milhões de euros investidos  Fonte: independent.co.uk
Apesar das criticas no último Mundial, o defesa sublinhou a sua determinação em vingar no PSG
Fonte: independent.co.uk

Agora, na Ligue 1, tem a oportunidade de mostrar que as coisas não são assim. Tem a oportunidade de relembrar os fãs a última época que fez de águia ou peito ou a primeira época em Inglaterra. Tem a oportunidade de fazer esquecer a sua desastrosa prestação no Mundial passado. Eu sei que David Luiz vale mais do que aquilo que mostrou até agora e que com uma mentalidade mais contida e um melhor posicionamento se pode afirmar, novamente, como um dos melhores centrais.

Com tudo isto, é importante referir outra coisa: David Luiz não é só um reforço de campo, é também um reforço de balneário. A boa disposição do brasileiro é um facto conhecido um pouco por todo o mundo. Brincalhão, bem-disposto e sempre ao lado dos seus companheiros, espera-se que o central canarinho seja uma boa aquisição para o balneário, ajudando a manter a moral, o espirito de união e um ambiente descontraído.

Ibrahimovic aprovou desde logo o novo central da equipa gaulesa, apelidando-o de “monstro”. É caso para dizer que se lhe cheirou a craque é porque David Luiz irá vingar. O nariz do sueco não engana.

Comentários