ligue 1

Lille, Standard Liège, Athletic Bilbao, Besiktas e FC Copenhaga. Eram estes os possíveis adversários do Porto no sorteio de hoje. A batata quente? O Athletic Bilbao. O sorteio foi tão simpático quanto pode e ofereceu o Lille. Seria mesmo o Bilbao a única equipa a evitar?

O Porto tem sido a equipa portuguesa a reforçar-se melhor neste defeso. Nomes sonantes foram pedidos por Lopetegui e contratados por Pinto da Costa com o intuito de fazer os adeptos esquecer a atípica época transacta. A fase de grupos da Liga Milionária é a exigência mínima dos adeptos, que estão habituados a ver a equipa participar na competição e a ultrapassar a fase de grupos. Além disso, é com toda a certeza uma exigência de Pinto da Costa, que vê nos milhões da Liga dos Campeões um meio necessário para equilibrar as finanças do clube.

Quem é este Lille? Este Lille, que aparentemente satisfez a afición portista, foi o terceiro classificado da época passada na Liga Francesa, tendo apenas sido suplantado pelos milionários Mónaco e Paris Saint-Germain. René Girard, o técnico francês que venceu o título francês com o Montpellier, comanda as tropas a partir do banco desde o ano passado e este ano vai querer manter o bom rendimento e chegar à fase de grupos da Liga dos Campeões. Para isso Girard conta com alguns jogadores experientes e bem conhecidos do público, como Enyeama ou Salomon Kalou, e jovens promessas, como é o caso do português Rony Lopes, cedido pelo Manchester City, ou do promissor ponta-de-lança belga Origi, que se encontra no clube a título de empréstimo pelo Liverpool.

O experiente guarda-redes Eneyeama vai um dos maiores obstáculos dos avançados da equipa portista  talkvietnam.com
O experiente guarda-redes Eneyeama vai um dos maiores obstáculos aos avançados portistas 
talkvietnam.com

O clube francês não tem grande tradição nesta competição, tendo apenas ultrapassado a fase grupos por uma vez. No entanto, os milhões da passagem à fase grupos são muito interessantes, em especial para um clube da dimensão do Lille.

Anúncio Publicitário

A meu ver o Lille não era o pior que podia ter calhado ao Porto. Mas também não era o melhor. O clube francês é um misto de juventude e experiência, de talento e maturidade, e em qualquer dos sectores do terreno apresenta jogadores capazes de fazer a diferença. Claro que não conta com as mesmas soluções com que conta o Porto, mas a surpresa não é um cenário de todo afastado. David Rozehnal promete fazer a vida negra a Jackson e Origi e Rony certamente farão tremer as redes dos dragões. Prevejo uma eliminatória mais equilibrada do que se espera. Espero que o Porto não caia no erro de achar que são “favas contadas” só porque conta com algumas estrelas. O Lille tem uma palavra a dizer.

Comentários