À semelhança do que aconteceu com o Caldas SC em Portugal, também houve taça em França… e logo a dobrar! Les Hebriers e Chambly apuraram-se para as meias-finais da “Coupe de France” e um deles vai ser o representante da 3ª divisão do futebol gaulês na final da prova.

Na semana passada, jogaram-se os quartos-de-final e se houve um jogo cabeça-de-cartaz entre PSG e Marselha, também existiram dois tomba-gigantes. O FC Chambly, emblema do norte do país, eliminou mesmo, por 1-0, nos 90 minutos, o primodivisionário Estrasbourg, ao passo que o Les Herbiers, clube da zona ocidental de França, fez o Lens, da Ligue 2, tombar nas grandes penalidades.

O Paris Saint-Germain aplicou 3-0 ao Marselha e o Caen ditou (1-0) a eliminação do Lyon, sendo que o sorteio traçou duelo entre os “dois davides” que, com fascínio para o amante do futebol, chegam a esta fase adiantada da prova para disputar um lugar na final de 8 de maio no Stade de France. No outro encontro, um ‘primodivisionário’ Caen-PSG.

Na foto, os jogadores do Les Herbiers exultam de alegria depois de eliminarem o Lens. Na imagem de capa, o momento do extasiado golo que deu a vitória ao FC Chambly sobre o Estrasbourg
Fonte: FFF

          Falemos dos “davides”, que é o que mais interessada aqui.

No ‘National’, no campeonato da realidade, FC Chambly e Les Herbiers enfrentam a dura luta pela sobrevivência na divisão, com os primeiros a ocuparem a 16ª e penúltima posição, logo em zona de descida e a cinco pontos da salvação, enquanto os segundos são 13º classificados, um ponto acima da linha de água, mas com mais dois jogos, por exemplo, do que o adversário que vai enfrentar nas ‘meias’ da Taça no dia 17 de abril.

Esse será o dia que voltarão a sonhar e, durante 90 minutos, os sofrimentos de se andar pelo fundo da tabela na 3ª divisão passarão a ser esquecidos. Entre as duas margens que estabelecem a distância entre manutenção e despromoção no ‘National’, a Taça será como uma ponte do sonho, com o Vendée Les Herbiers Football a receber o Football Club de Chambly-Thelle num duelo onde não entrará a lógica dos pontos preciosos, mas sim pelo menos 90 minutos para se destacar ainda mais na história.

O emblema da casa completa o seu centenário no próximo ano, enquanto os forasteiros, fundados em 1989, nem 30 anos completaram. Vão a jogo sem olhar à história que passou, mas sim em escrever a do futuro.

No final da competição, quem quer que seja o clube levantar o troféu, ganha “apenas” na lógica do resultado. Pela epopeia vivida pelos humildes Les Herbiers e FC Chambly, a taça já é deles. Que bela que está esta época a Coupe de France. Temos taça em França!

Foto de capa: FFF

Comentários